Baixada Fluminense

Vendedor é flagrado vendendo hidroxicloroquina dentro de vagão de trem no Rio

PM disse que realiza constantes fiscalizações na malha ferroviária e pediu que a população denuncie qualquer irregularidade

Por Isaac Santos

 

Foto/Reprodução redes sociais

Apesar da polêmica envolvendo o medicamento da cloroquina, muitas pessoas ainda procuram este remédio durante a pandemia. E, não é fácil encontrar nas farmácias do Rio, mas no trem Ramal Japeri, o produto é facilmente comercializado por vendedores ambulantes. Em uma imagem que circula em redes sociais, é possível observar um homem vendendo enquanto outra pessoa aparece supostamente comprando a hidroxicloroquina.

Por meio de nota, a Supervia, concessionária responsável pelos trens no Rio, disse que os agentes não possuem poder de polícia, não tendo competência ou habilitação para a apreensão de mercadorias. A empresa também afirmou que auxilia no trabalho da polícia, acionando os órgãos responsáveis, sempre que necessário, e fornecendo informações para investigações.

A Polícia Militar disse que o Grupamento de Policiamento Ferroviário (GPFer) tem uma ação denominada “Parada Programada” que consiste na revista em vagões durante a parada de uma composição com o intuito de coibir qualquer tipo de delito.

Nota Supervia: A concessionária esclarece, ainda, que investe em campanhas de conscientização com o objetivo de alertar sobre a proibição do comércio ilegal de camelôs e os riscos do consumo de produtos de procedência não conhecida e, por vezes, fora do prazo de validade. De acordo com o artigo 40 do Regulamento de Transporte Ferroviário é “proibida a negociação ou comercialização de produtos e serviços no interior dos trens, nas estações e instalações, exceto aqueles devidamente autorizados pela Administração Ferroviária”.

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Setembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »