Conecte-se conosco

Política

[VÍDEO]SAMU implanta uma base operacional no Pavilhão de São Cristóvão

Novo posto 24 horas terá duas motolâncias e duas ambulâncias

Publicado

em

Imagem da inauguração da Base do SAMU em S. Cristóvão
(Foto: Marcos Antonio de Jesus / super Rádio Tupi)

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) inaugurou, neste sábado, uma base operacional descentralizada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) no Pavilhão de São Cristóvão.

O novo posto 24 horas funcionará com 2 motolâncias e 2 ambulâncias, sendo uma básica e uma avançada. O secretário de Saúde, Alexandre Chieppe, afirmou que as bases descentralizadas diminuem o tempo de resposta nos socorros.

“O SAMU na capital está sob responsabilidade da Secretaria Estadual de Saúde, através da Fundação Saúde. Temos uma meta que é diminuir o tempo de resposta do atendimento e para isso precisamos aumentar o número de bases. Na capital, Rio de Janeiro, em determinados períodos do dia o trânsito é muito intenso, então a gente precisa de polos mais perto possível de onde as pessoas eventualmente precisam de atendimento, então, quanto mais bases descentralizadas, melhor a nossa capacidade de resposta”, afirmou ele.

O Governador Cláudio Castro e o deputado Federal Doutor Luizinho também estiveram presentes à inauguração da Base, sendo homenageados pelos comerciantes da feira de São Cristóvão.

Outras bases descentralizadas do SAMU   começam a operar, nesta segunda-feira, no Hospital Estadual Eduardo Rabelo (HEER), em Senador Vasconcelos, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Jacarepaguá, na UPA Ricardo de Albuquerque, na UPA Campo Grande I, na UPA Bangu e na UPA Irajá.

O SAMU capital recebe, por mês, cerca de 25 mil chamados e envia 13.500 mil viaturas para atendimento. O cidadão pode solicitar o serviço por meio da Central 192 do Rio de Janeiro.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.