Política

Witzel e mais 11 pessoas são denunciadas pelo MPF por organização criminosa

Governador afastado é apontado como líder da organização que teria montado um esquema para o desvio de recursos públicos

Por Redação Tupi

(Foto: Reprodução)

O Ministério Público Federal informou no início da noite desta segunda-feira (14) que entregou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) uma nova denúncia contra o governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), a primeira dama Helena Witzel e mais 10 pessoas por organização criminosa.

De acordo com a subprocuradora-geral da República, o grupo atuou nos mesmos moldes existentes em relação às demais organizações criminosas que envolveram os últimos dois ex-governadores. Witzel é apontado como líder da  organização que teria montado um esquema para o desvio de recursos públicos na saúde durante à pandemia.

Além de Witzel, foram denunciados:

  • Helena Witzel, primeira-dama;
  • pastor Everaldo Pereira, presidente nacional do PSC;
  • Edmar Santos, ex-secretário de Saúde;
  • Lucas Tristão, ex-secretário Desenvolvimento Econômico;
  • Gothardo Netto,ex-prefeito de Volta Redonda;
  • Edson Torres, empresário;
  • Victor Hugo Barroso, doleiro;
  • Nilo Francisco da Silva Filho;
  • Cláudio Marcelo Santos Silva;
  • José Carlos de Melo, e
  • Carlos Frederico Loretti da Silveira.
Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
27 de Setembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »