Conecte-se conosco

Capital Fluminense

Pelo terceiro dia consecutivo trens da Supervia apresentam irregularidades nos serviços

O motivo alegado pela concessionária nesta quarta-feira é o furto de cabos

Publicado

em

Trens da Supervia
Trens da Supervia (Foto: Tatiana Campbell / Super Rádio Tupi)

Pelo terceiro dia consecutivo, usuários dos trens enfrentam problemas nos modais. Na manhã desta quarta-feira (29), de acordo com a Supervia, as composições dos ramais, Deodoro, Santa Cruz, Japeri e Saracuruna operam com intervalos irregulares por conta de furtos de cabos.

O único ramal que não apresenta problemas na manhã de hoje é o de Belford Roxo. Somente este ano, a Supervia alega ter sofrido 919 furtos de cabos, 60% a mais do que o apontado no primeiro semestre do ano passado, quando houve 364 ocorrências.

Ainda de acordo com concessionária, em 2021, já foram furtados 56.949 metros de cabos, 75% mais do que de janeiro a junho do ano passado, quando 14 mil metros foram retirados indevidamente da ferrovia.

O levantamento da Supervia apontou também que em 2022, foram registrados sete casos de tiroteios nas imediações do sistema, impactando a circulação dos trens por mais de 12h30. O caso mais recente ocorreu na madrugada da última segunda-feira, na região da estação Costa Barros, do ramal Belford Roxo. Tiros atingiram a rede aérea, ocasionando um princípio de incêndio em um trem.

Em função dessa ocorrência, a SuperVia precisou fazer alterações operacionais e ampliar o intervalo do ramal Belford Roxo durante todo o dia enquanto técnicos da concessionária realizavam os reparos na estrutura. No primeiro semestre de 2021, foram 14 tiroteios.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.