Brasil

Ministério da Saúde só irá bater o martelo sobre vacinação de crianças contra Covid-19 em janeiro

De acordo com Marcelo Queiroga, um audiência pública será realizada para auxiliar na "decisão final" da pasta

Por Redação Tupi

Marcelo Queiroga
De acordo com Marcelo Queiroga, um audiência pública será realizada para auxiliar na “decisão final” da pasta
(Foto: Walterson Rosa/Ministério da Saúde)

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou, neste sábado (18), que o governo federal só divulgará uma posição oficial sobre a vacinação de crianças entre 5 e 11 anos contra a Covid-19 no próximo dia 5 de janeiro. A imunização dessa faixa etária com a vacina da farmacêutica Pfizer foi autorizada, na última quinta-feira (16), pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“A Anvisa, através de uma decisão de uma gerencia própria, incluiu a vacina da Pfizer para aplicação em crianças da faixa etária de 5 a 11 anos, esse tipo de avaliação da Anvisa tem foco de analisar a eficácia e segurança do produto dentro do contexto estudado e apresentado pela indústria farmacêutica. A introdução desse produto no âmbito de uma política pública requer uma análise mais aprofundada”, iniciou Queiroga. “Nós vamos fazer um procedimento administrativo para avaliar a decisão da Anvisa em todos os seus aspectos, para, a partir dessa análise, verificar a implementação dessa decisão no âmbito de uma política pública”, completou.

Ainda de acordo com o ministro, uma audiência pública será realizada no próximo dia 04 de janeiro, no próprio Ministério da Saúde, e servirá de base para a decisão final da pasta. “Até o dia 5 de janeiro é um tempo absolutamente adequado para que as autoridades possam analisar a decisão da Anvisa em todas as suas nuances, inclusive em relação à aplicação dessas vacinas”,  declarou.

Na última sexta-feira (17), o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu um prazo de 48 horas para que o governo federal se manifestasse sobre uma eventual atualização do Programa Nacional de Imunizações (PNI). Segundo o advogado-geral da União, Bruno Bianco, que acompanhava Queiroga durante a conversa com jornalistas, o cronograma das ações anunciadas neste sábado será apresentado até domingo (19) para Corte.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
22 de Janeiro de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Botequim do Mister
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »