Brasil

Bolsonaro volta a atacar Witzel e diz que depoimento do porteiro foi inventado a mando do governador

Presidente do Brasil iniciou o embate com o Governador do Rio após divulgação da matéria, no Jornal Nacional, em que liga seu nome ao "Caso Marielle"

Por Redação Tupi

Jair Bolsonaro x Wilson Witzel. Foto: Montagem/ Reprodução Internet

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltou a se pronunciar após a divulgação da matéria do Jornal Nacional em que liga seu nome ao “Caso Marielle”. Dessa vez, Bolsonaro disse estar surpreso pelos registros de áudios da portaria serem ignorados pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. Além disso, o presidente fez duras e graves acusações ao Governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. Ele disse que o depoimento do porteiro foi uma articulação do chefe de estado para tentar prejudicá-lo:

“Nos surpreende a qualquer um a Polícia Civil, o delegado que tá fazendo o inquérito, ignorar isso e inventar um depoimento, no meu entender por ordem e determinação do senhor governador Witzel para tentar me prejudicar”, respondeu Bolsonaro durante uma entrevista a jornalistas.

As gravações de áudio que o presidente se refere já estão em poder da polícia. No entanto, ainda não foram periciadas. Os investigadores decidiram esperar um posicionamento do Supremo Tribunal Federal (STF) devido a citação do nome do Presidente da República, Jair Bolsonaro, no inquérito policial.

Essa não foi a primeira vez que Bolsonaro atacou Wilson Witzel. Na terça-feira, disse que o governador sabia do andamento do processo do “Caso Marielle”, que está em segredo de justiça, o que não é permitido por lei.

recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Novembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »