Brasil

Comissão pode votar novo marco regulatório do setor elétrico na terça-feria

De acordo com o texto, os consumidores de cargas superiores a 3 mil kW (quilowatts) de energia vão poder escolher livremente o fornecedor

Por Marcos Antonio de Jesus

Foto;Reprodução/Senado

A Comissão de Infraestrutura pode votar, na próxima terça-feira, o Projeto de Lei do Senado, que estabelece o novo marco regulatório do setor elétrico.

O relatório do senador Marcos Rogério (DEM-RO) prevê um mercado livre de energia, com a possibilidade de portabilidade da conta de luz entre as distribuidoras.

De acordo com o texto, os consumidores de cargas superiores a 3 mil kW (quilowatts) de energia vão poder escolher livremente o fornecedor.

No substitutivo, o relator adequa o PLS a uma portaria do Ministério de Minas e Energia que estabelece o cronograma para a ampliação do mercado livre de energia elétrica para consumidores com carga acima de 500 kW.

O requisito mínimo de 3 mil kW será reduzido gradualmente ao longo dos anos, atingindo todos os consumidores após seis anos e meio de vigência da lei.

O senador Marcos Rogério alterou diversos pontos da proposta original, apresentada pelo ex-senador Cássio Cunha Lima (PB).

Ele sugeriu, por exemplo, o aumento do valor da Compensação Financeira pela Utilização de Recursos Hídricos e o pagamento de uma quota anual à Conta de Desenvolvimento Energético para a prorrogação da autorização de funcionamento de usinas termelétricas e hidrelétricas. 

Comentários
enquete

Os quatro maiores clubes do Rio se sairão melhor na segunda rodada do carioca?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Março de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »