Brasil

Dallagnol mobilizou grupo da Lava Jato a buscar provas contra Gilmar Mendes na Suíça

Site reporta que coordenador da força-tarefa começou a agir a partir de rumores referentes ao dinheiro de Paulo Preto no exterior

Por Redação Tupi

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Uma reportagem feita pelos sites El País e The Intercept Brasi, divulgada hoje, mostra diálogos em que os procuradores da operação Lava Jato se mobilizam para incriminar o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Tudo sob a liderança de Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa.

A partir da prisão do ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, o grupo tentou achar conexões entre o ministro e o condenado.

Depois de ouvir um boato em São Paulo, que parte do dinheiro de Paulo Preto em contas no exterior era de Mendes, Dallagnol mobilizou os procuradores a apurar sobre acordos do ministro. Eles planejaram contratar um serviço de investigação suíço, na esperança de reunir informações contra Mendes.

A atitude dos procuradores, caso venham a ser comprovadas, ultrapassam os limites institucionais da Lava-Jato.



Comentários

Botão Calendário de Vacinação



AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
24 de Junho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »