Brasil

Diretor do Butantan estranha decisão da Anvisa de suspender teste da Coronavac

Dimas Covas afirmou, nesta segunda (9), que pediu esclarecimentos à Anvisa sobre a interrupção

Por Redação Tupi

Dimas Covas (Foto: Governo do Estado de São Paulo)

Dimas Covas, diretor-geral do Instituto Butantan afirmou, nesta segunda-feira (09), que recebeu com estranheza a notícia de que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu temporariamente os testes em humanos da vacina chinesa Coronavac no Brasil.

De acordo com a Anvisa, a interrupção aconteceu por causa de um “evento adverso grave”. A medida também foi anunciada na noite desta segunda-feira (09).

De acordo com Covas, trata-se de “um óbito não relacionado à vacina” e, portanto, “não existe nenhum momento [ou motivo] para interrupção do estudo clínico” da vacina no Brasil.

“Em primeiro, a Anvisa foi notificada de um óbito, não de um efeito adverso. Isso é diferente. Nós até estranhamos um pouco essa decisão da Anvisa, porque é um óbito não relacionado à vacina”, disse Dimas Covas na TV Cultura.

A Coronavac é uma das quatro candidatas a vacina contra o novo coronavírus que estão sendo testadas no Brasil em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac com a Butantan. Agora, com a interrupção, nenhum voluntário poderá ser vacinado.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
30 de Novembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »