Conecte-se conosco

Brasil

Diretor do IBGE diz que realização do Censo vai precisar de complementação de recursos

Segundo Cimar Azeredo, diretor de Pesquisas do IBGE, o Ministério da Economia está ciente da necessidade de complementar o orçamento do Censo e teria sinalizado favoravelmente

Publicado

em

Censo 2022 IBGE
(Foto: Divulgação IBGE/Prefeitura de Aliança (PE))

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística vai  precisará de uma complementação de recursos para conseguir completar toda a coleta de dados do Censo Demográfico 2022. O orçamento de cerca de R$ 2,3 bilhões, solicitado ao governo federal no ano de 2019, foi corroído pela inflação após dois anos de adiamentos consecutivos.

Segundo Cimar Azeredo, diretor de Pesquisas do IBGE, o Ministério da Economia está ciente da necessidade de complementar o orçamento do Censo e teria sinalizado favoravelmente ainda ao fim do ano passado sobre a liberação de recursos extras.

Com os adiamentos, dois concursos públicos para contratação de mais de 200 mil trabalhadores temporários tiveram que ser cancelados. Um terceiro concurso, aberto para atender ao Censo de 2022, não conseguiu contratar o número necessário de trabalhadores, obrigando o órgão a fazer novos processos de seleção extraordinários.

O instituto encerrou no último dia 15 de junho um processo seletivo simplificado complementar para contratação temporária de 48.535 recenseadores do Censo 2022, mas abriu no dia seguinte nova seleção complementar para mais 913 vagas, desta vez de agentes censitários.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.