Brasil

Eduardo Cunha coloca tornozeleira eletrônica

Na última quinta-feira, o ex-deputado foi liberado por decisão judicial, por conta do risco de contrair o coronavírus

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Reprodução/Agência Brasil)

 O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha colocou, nesta terça-feira, a tornozeleira eletrônica que deve usar no período em que cumprirá prisão domiciliar, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Ele estava internado no Hospital Copa Star, na Zona Sul da cidade.

Na última quinta-feira, o ex-deputado foi liberado por decisão judicial, por conta do risco de contrair o coronavírus. Eduardo Cunha compareceu à Secretaria Estadual de Administração Penitenciária para colocar a tornozeleira. De acordo com a juíza Gabriela Hardt, os motivos para Eduardo Cunha obter a prisão domiciliar são: Ele ter 61 anos, o quadro de saúde dele atual é considerada grave devido à anemia, além de ele estar preso há mais de 90 dias por crimes praticados sem violência ou grave ameaça.

A magistrada usou como base a recomendação 62 do Conselho Nacional de Justiça, de 17 de março de 2020. O documento orientou os magistrados da área criminal de todo país às ações para tentar reduzir os riscos de contágio do coronavírus. Na decisão, Gabriela Hardt frisa que a medida é excepcional e só se mantém enquanto durar a pandemia de coronavírus. Durante este período, Cunha não pode deixar a residência ou realizar festas ou reuniões.

 

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Maio de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »