Brasil

Especialista dá 5 dicas para se preparar para as despesas do começo de ano

“Muita gente acaba se esquecendo e deixando tudo pra cima da hora", diz Mayra Lima

Por Redação Tupi

Lista de tarefas
Lista de tarefas (Foto: Reprodução)

Apesar de 2021 ainda não ter acabado, muitas famílias já devem estar pensando no ano que vem. Afinal, o Ano Novo não traz apenas esperança de dias melhores, mas também uma série de contas a serem pagas. IPTU, IPVA, licenciamento de veículo e matrícula escolar estão entre as despesas que sempre caem no início do ano – apesar de muitos parecerem surpresos quando acontece.

Para ajudar as pessoas a se organizarem financeiramente e não começarem o ano com as contas no vermelho, a especialista em investimentos da Guide Investimentos, Mayra Lima, elaborou cinco dicas simples de serem seguidas. “Muita gente acaba se esquecendo e deixando tudo pra cima da hora, o que pode ser um erro grave para as finanças”, afirma. “São contas pesadas, que, se mal administradas, podem se transformar em dívidas difíceis de serem pagas”, completa. Abaixo, as dicas:

  1. Levantar todos os gastos. Pode parecer óbvio, mas muitas pessoas acabam se enrolando no básico, que é ter noção de todas as despesas que incidem no começo do ano. Ter tudo isso esquematizado, sabendo a data aproximada de cada gasto, ajuda muito na hora de fazer o planejamento financeiro.
  2. Transformar os gastos anuais em mensais. Apesar dos gastos descritos acima serem anuais, isso não significa que a pessoa precisa esperar o ano todo para se planejar. Como é possível ter ideia do valor aproximado a ser pago, o melhor caminho é pegar a conta e dividi-la em 12 vezes. Assim, a pessoa consegue se planejar a cada mês para guardar uma parte do que será pago lá na frente, sem comprometer o 13º salário ou os rendimentos do começo do ano.
  3. Buscar descontos. Apesar de obrigatórios, gastos como IPTU e IPVA podem ter descontos se pagos à vista. Vale a pena checar as condições para cada tributo e se planejar para ter o dinheiro na data do pagamento.
  4. Antecipar algumas obrigações. As despesas com material escolar, por exemplo, não precisam ser feitas no começo do ano, quando a procura aumenta e os preços, consequentemente, sobem. Alguns materiais, como mochila, caderno, lápis, estojo e livros didáticos (quando possível) podem ser comprados na “baixa temporada”, quando não estão tão caros.
  5. Reservar parte dos ganhos de fim de ano. Mesmo se planejando ao longo do ano, não é uma boa ideia “torrar” todo 13º com consumo e lazer. Os rendimentos extras no final de ano podem ajudar com os gastos que ocorrerão num futuro próximo – principalmente se a pessoa não conseguiu guardar dinheiro suficiente nos meses anteriores.


recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
02 de Dezembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »