Brasil

Justiça Federal manda soltar hackers que invadiram celular de Sérgio Moro

Réus conseguiram anular, em segunda instância, todas as audiências já realizadas

Por Redação Tupi

(Foto: Marcelli Casal Jr./ Divulgação: Agência Brasil)

A prisão preventiva dos hackers Walter Delgatti Neto e Thiago Eliezer foi revogada, nesta terça-feira (29), pelo juiz Ricardo Soares Leite, da 10ª Vara Federal de Brasília. No ano passado, eles invadiram celulares de diversas autoridades, incluindo o ex-juiz Sergio Moro, então ministro da Justiça e Segurança Pública.

Os dois réus conseguiram anular, em segunda instância, por razões processuais, todas as audiências já realizadas na ação penal. Com isso, o juiz entendeu que manter a prisão cautelar durante todo o período da nova instrução criminal “acarretará inevitável excesso de prazo”.

“Diante de tal situação, não há outra alternativa a não ser revogar a custódia preventiva de Thiago Eliezer Martins Santos e de Walter Delgatti Neto e fixar medidas cautelares diversas da prisão.

A anulação das audiências foi concedida pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) a pedido da Defensoria Pública, sob o argumento de que nem todos os documentos relativos à denúncia no caso foram anexados aos autos, o que teria inviabilizado a defesa plena.

 

 

 


recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Agosto de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »