Brasil

Paraná quer testar vacina russa para Covid-19 em 10 mil voluntários dentro de 45 dias

Para cumprir o prazo estimado, será necessária ainda a aprovação dos órgãos reguladores, como a Anvisa

Por Redação Tupi

Para cumprir o prazo estimado, será necessária ainda a aprovação dos órgãos reguladores, como a Anvisa
(Foto: Divulgação/ Fundo de Investimentos Diretos da Rússia)

O governo do Paraná anunciou, nesta quinta-feira, que dentro de 45 dias deve começar a testar a vacina russa para Covid-19, intitulada de Sputnik V, em cerca de 10 mil voluntários no estado. No entanto, para cumprir o prazo, será necessário antes contar com a aprovação dos órgãos reguladores, como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Por esse motivo, membros da gestão paranaense se reuniram, na tarde desta quinta, com a direção da Anvisa, em Brasília, para falar sobre a vacina. O encontro teve como objetivo colher informações sobre a produção do protocolo de validação da fase três e final de testes, para que os estudos possam ser realizados no Brasil.

De acordo com o governo do Paraná, os estudos das duas primeiras fases da vacina já foi entregue a eles pelo Instituto Gamaleya, responsável pelo desenvolvimento da Sputnik V. Todavia, o trabalho na tradução das informações ainda não foi concluído.

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) e o Instituto Gamaleya devem desenvolver em até 30 dias o protocolo de validação, que será enviado para a Anvisa e para a Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep). Caso seja aprovado no prazo esperado, os testes poderão ser iniciados na data estimada.

Comentários

enquete

Hoje é o dia Nacional do Turismo. Você pretende viajar quando acabar a pandemia?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
09 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Ele & Ela
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Pedro Augusto
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
12:00 - Bola em Jogo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »