Brasil

Pedófilos do Rio de Janeiro são alvos de operação nacional da Polícia Federal

Grupo criminoso disseminava conteúdos de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes na internet

Por Lucas Araújo

Polícia Federal
Polícia Federal faz operação para combater pedófilos do Rio de Janeiro (Foto: Cyro Neves / Super Rádio Tupi)

A Polícia Federal realiza, na manhã desta sexta-feira (3), uma mega-operação para combater um grupo criminoso responsável por disseminar vídeos e fotos de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes na ‘darkweb’, uma plataforma acessada de forma restrita na internet. As investigações apontam que os investigados dividiam tarefas de produção, hospedagem, moderação e administração de arquivos de mídia contendo pornografia infantil.

Estão sendo cumpridos 8 mandados de prisão e 104 de busca e apreensão, no Rio de Janeiro, e em outros 20 estados do país, incluindo o Distrito Federal. Os criminosos vão responder por estupro de vulnerável e pedofilia. Para identificar outras pessoas no esquema, a PF contou com apoio de autoridades policiais de diversos países do mundo.

A união internacional de esforços permitiu a identificação de um indivíduo brasileiro que utilizava a ‘deepweb’ para hospedar e gerenciar cinco dos maiores sites de abuso sexual infantil de toda a rede mundial de computadores. Os sítios e fóruns eram divididos por temática, com imagens e vídeos de abuso sexual de crianças de 0 a 5 anos, abuso sexual com tortura, abuso sexual de meninos e abuso sexual de meninas.

Os sites eram utilizados por mais de 1.8 milhão de usuários, em todo o mundo, para postar, adquirir e retransmitir materiais relacionados à violência sexual contra crianças e adolescentes, dando a dimensão da necessidade do enfrentamento aos principais fomentadores deste tipo de conduta delituosa.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Janeiro de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »