Brasil

PGR diz ao Superior Tribunal de Justiça ter reunido provas contra Witzel no suposto esquema

A PGR pede ainda a soltura de Edmar Santos

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

A Procuradoria Geral da República informou ao Superior Tribunal de Justiça ter reunido elementos de provas que colocam o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, “no vértice da pirâmide” do suposto esquema de desvio de verbas para o combate à pandemia no estado. A afirmação foi feita pela subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo, para defender que o STJ concentre as investigações sobre o caso, inclusive a relacionada ao ex-secretário de Saúde do Rio, Edmar Santos, preso desde o mês passado, por suspeita de participação nas irregularidades.

O foro para apurações envolvendo governadores é o STJ. Além da PGR, investigações sobre irregularidades na gestão dos recursos destinados ao enfrentamento da pandemia também estão em andamento na Justiça Estadual do Rio. No trecho do documento em que defende a concentração das investigações no STJ, a PGR aponta para os indícios da participação do governador no esquema.

Em outro trecho, Lindôra afirma que “as provas coletadas até esse momento indicam que, no seio do Poder Executivo do Estado do Rio de Janeiro, foi criada uma estrutura hierárquica, devidamente escalonada a partir do governador, que propiciou as contratações sobre as quais pesam fortes indícios de fraudes. ” Lindôra ainda criticou as medidas do governo do Rio frente às suspeitas de desvios. A PGR pede ainda a soltura de Edmar Santos, que teria fechado “Deleção Premiada”.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
04 de Dezembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Pedro Augusto
« Programa Anterior
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »