Brasil

PGR pede autorização ao STF para abrir investigação de acusação de Moro a Bolsonaro

Um ministro relator precisa dar o aval para abrir a investigação

Por Redação Tupi

Foto: José Cruz / Agência Brasil

O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu ao Supremo Tribunal Federal, nesta sexta-feira, a abertura de um inquérito para investigar os fatos narrados pelo agora ex-ministro Sergio Moro contra o presidente Jair Bolsonaro de interferência na Polícia Federal.

“A dimensão dos episódios narrados revela a declaração de Ministro de Estado de atos que revelariam a prática de ilícitos, imputando a sua prática ao Presidente da República, o que, de outra sorte, poderia caracterizar igualmente o crime de denunciação caluniosa”, aponta o procurador-geral.

A PGR também solicitou um depoimento de Moro para explicar sua declaração.

“Indica-se, como diligência inicial, a oitiva de Sergio Fernando Moro, a fim de que apresente manifestação detalhada sobre os termos do pronunciamento, com a exibição de documentação idônea que eventualmente possua acerca dos eventos em questão. Uma vez instaurado o inquérito, e na certeza da diligência policial para o não perecimento de elementos probatórios, o procurador-geral da República reserva-se para acompanhar o apuratório e, se for o caso, oferecer denúncia”, disse o procurador-geral.

Um ministro relator precisa dar o aval para abrir a investigação.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Junho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »