Brasil

Proposta permite ao empregador doméstico deduzir do IRPF contribuição patronal paga à Previdência

Medida está no Projeto de Lei 1917/20, do deputado Fábio Trad (PSD- MS), e foi aprovada no substitutivo do relator deputado Francisco Júnor (PSD-GO)

Por Marcos Antonio de Jesus

Imagem do plenário da Câmara dos Deputados
(Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados)

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou proposta que concede ao empregador doméstico o direito de deduzir do Imposto de Renda da Pessoa Física, no exercício 2022, ano-calendário 2021, o valor referente à contribuição patronal paga à Previdência Social. A medida está no Projeto de Lei 1917/20, do deputado Fábio Trad (PSD- MS), e foi aprovada no substitutivo do relator deputado Francisco Júnor (PSD-GO).

O texto original previa a dedução no exercício 2021, tendo como ano base 2020, como medida de enfrentamento à calamidade pública decorrente da pandemia de Covid-19. Segundo o autor, o objetivo é “preservar a empregabilidade dos trabalhadores domésticos e diminuir o risco social e a vulnerabilidade econômica das classes menos favorecidas”.

Francisco Jr. concordou com o argumento de Trad, mas apresentou substitutivo mantendo a dedução para o exercício 2022. Ele entende que o contexto de Covid-19 e as condições que o projeto ainda estão presentes, o que justificará a dedução no ajuste do IRPF em 2022.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
30 de Novembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Patrulha da Cidade
« Programa Anterior
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »