Brasil

‘Se o governo demorar, vamos ver uma onda de quebradeira, demissões sem precedentes no país’, afirma o jornalista Vicente Nunes

Diretor executivo do Correio Braziliense, participou do programa 'Cidinha Livre', nesta quarta-feira

Por Victor Yemba

(Divulgação)

Hoje no programa Cidinha Livre, a comunicadora conversou com o diretor executivo do Correio Braziliense, Vicente Nunes, que falou sobre projeto que estabelece o pagamento de um auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais, incluindo autônomos durante três meses.

Conhecido como “coronavoucher”, o auxilio tem como objetivo amenizar as dificuldades financeiras da população mais carente durante a pandemia da Covid-19 e pelo isolamento social recomendado pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde para evitar a propagação do vírus.

Segundo o projeto, o pagamento do auxílio será limitado a duas pessoas da mesma família. Além disso, o trabalhador precisa ter mais de 18 anos, cumprir critérios de renda familiar e não pode receber benefícios previdenciários.

“Se o governo demorar, vamos ver uma onda de quebradeira, demissões sem precedentes no país”, exclama o jornalista.

Confira a entrevista completa:

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Dezembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Nenhuma programação disponível
« Programa Anterior
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »