Brasil

Senadores avaliam reunir CCJ do Senado sem a presença de  David Alcolumbre

Regimento da Casa prevê a possibilidade de haver sessão mesmo sem o consentimento do senador que comanda a comissão

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Senadores favoráveis à realização da sabatina de André Mendonça, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal, avaliam que, em último caso, podem realizar uma sessão da Comissão de Constituição e Justiça sem o presidente do colegiado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que permanece resistente à indicação do ex-advogado-geral da União.

O regimento da Casa prevê a possibilidade de haver sessão mesmo sem o consentimento do senador que comanda a comissão. De acordo com o regimento, a CCJ deve se reunir todas as quartas-feiras. Para isso, basta haver um quinto dos membros presentes. O movimento, estudado como um plano B caso Alcolumbre siga resistindo, funcionaria como uma espécie de “autoconvocação”.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), marcou um esforço concentrado, um calendário para a Casa analisar indicações de autoridades entre o final de novembro e início de dezembro. Além de Mendonça, há nomeações represadas para cargos no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP ) e Conselho Nacional de Justiça (CNJ).



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Dezembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
20:00 - Conexão Tupi
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »