Conecte-se conosco

Capital Fluminense

Comitê científico recomenda suspensão dos ensaios de rua das escolas de samba

Prefeitura do Rio recomenda que os eventos das agremiações sejam transferidos para ambientes fechados com controle de acesso

Publicado

em

Comitê científico recomenda suspensão dos ensaios de rua das escolas de samba
(Comitê científico recomenda suspensão dos ensaios de rua das escolas de samba/Reprodução Unidos de Vila Isabel: Fotógrafo Diogo Mendes
Comitê científico recomenda suspensão dos ensaios de rua das escolas de samba

(Comitê científico recomenda suspensão dos ensaios de rua das escolas de samba/Reprodução Unidos de Vila Isabel: Fotógrafo Diogo Mendes

O comitê científico da prefeitura do Rio de Janeiro recomendou a suspensão dos ensaios de rua das escolas de samba, que disputam o Grupo Especial da Liga Independente das Escolas de Samba e tem sede localizada, na Capital Fluminense.

O documento foi assinado pela presidente da RioTur, Daniela Lima defende que os eventos programados para acontecer em locais públicos sejam transferidos para ambientes fechados, com controle de acesso conforme as medidas sanitárias estabelecidas pelo município.

No ofício encaminhado ao presidente da LIESA, Jorge Perlingeiro na tarde desta sexta-feira (07), a prefeitura afirmou que a decisão está ligada com o surgimento da variante Ômicron da Covid-19 e a disseminação na nova cepa na cidade do Rio de Janeiro.

Ainda nesta sexta, o governador do Estado do Rio, Claudio Castro confirmou o cancelamento do carnaval de rua em 2022. Segundo o chefe do executivo estadual, seria irresponsável autorizar aglomerações, sem haver a possibilidade de seguir os protocolos sanitários, enquanto os casos de Covid-19 crescem.

Nesta semana, o prefeito do Rio Eduardo Paes confirmou que os desfiles de escolas de samba na Sapucaí estão mantidos na Capital Fluminense. Para o prefeito, o carnaval de rua é diferente do carnaval do sambódromo. Segundo Paes, o carnaval de rua demanda um planejamento maior, contando com quase 500 blocos. Já na Sapucaí, segundo o chefe do executivo municipal é mais fácil de fazer um controle de entrada do público presente nas arquibancadas do sambódromo.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.