Carnaval

Unidos de Bangu traz a origem do continente africano para a Marquês de Sapucaí

Carro de som, liderado por Igor Vianna, e bateria do mestre Leo Capoeira, foram os grandes destaques do desfile

Foto: Super Rádio Tupi

Debutando na Marquês de Sapucaí, o carnavalesco Bruno Rocha desenvolveu um enredo que conta a origem do continente africano, retratando a realeza do Congo, as riquezas naturais, especiarias, a escravidão e a religião.

Colorido e leve,  o conjunto de fantasias da escola se mostrou superior às alegorias, que apresentaram problemas de acabamento.

Os pontos altos da apresentação, foram o samba, composto por muito bem defendido por Igor Vianna, e abraçado pela comunidade, e a bateria comandada por mestre Léo Capoeira. Darlin Ferrattry, mãe da cantora Lexa, veio À frente dos 232 ritmistas da agremiação de Bangu. A escola apresentou um pequeno problema de evolução, ao abrir um buraco no setor 8, entre a bateria e a ala de passistas. Para evitar atrasos, os ritmistas não entraram no segundo recuo e seguiram direto para a dispersão.

 

 

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »