Ciência e Saúde

Rio de Janeiro começa a testar o uso de plasma sanguíneo no tratamento da Covid-19

Nesta quarta-feira, o Hemorio vai começar a coleta desse material

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Divulgação / Governo do Rio)

O Rio de Janeiro começou a testar o uso do plasma sanguíneo em pacientes graves da Covid-19. Duas mulheres e um homem que estão internados no Instituto Estadual do Cérebro receberam a transfusão de plasma de um doador já curado da doença, mas que carrega anticorpos contra o coronavírus. Segundo o diretor do Hemorio, Luiz Amorim, já há 621 pessoas que se curaram da Covid-19 e se cadastraram para fazer a doação de plasma, que é a parte líquida do sangue.

Nesta quarta-feira, o Hemorio vai começar a coleta desse material. Os primeiros resultados do tratamento devem ocorrer ainda nesta semana, já que começam a aparecer três dias após o procedimento. A transfusão nos pacientes graves do IEC ocorreu no fim de semana.

Para ser um doador de plasma, a Covid-19 tem de ter sido constatada por exames.  O doador tem de ter entre 18 e 60 anos, estar curado e sem sintomas há pelo menos 14 dias. Cada doador pode doar plasma para até três pacientes, dependendo da quantidade de anticorpos. O Hemorio tem capacidade para colher o plasma de até oito pessoas por dia.

 

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
26 de Novembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »