Coronavírus

Rede Municipal de Saúde chega a quase 90% dos leitos ocupados e Crivella pede: “fique em casa”

Prefeito assina na tarde desta sexta-feira decreto que obriga uso de máscaras de proteção nas ruas

Por Bárbara Mello

Foto: Bárbara Mello/Super Rádio Tupi

O Prefeito do Rio, Marcelo Crivella, anunciou na tarde desta sexta-feira (17), que a rede municipal de saúde atingiu quase 90% da capacidade de ocupação. A situação preocupa as autoridades.

Ao lado de diretores de hospitais do município e da coordenadora em vigilância sanitária, Patrícia Gutmann, Crivella afirmou que a grande preocupação hoje, é a rede alcançar a ocupação máxima antes da chegada de cerca de 300 respiradores comprados na China, que acontece no prazo de dez dias. Para manter o atendimento à população, caso isso aconteça antes de as unidades municipais estarem inteiramente equipadas, a prefeitura vai abrir um edital de licitação para o uso de leitos da rede privada.

“A Prefeitura vai pagar por esses leitos que nós vamos precisar se a curva se acentuar antes do Hospital Ronaldo Gazzolla e do Hospital de Campanha ficarem prontos. Esses leitos serão contratados e serão utilizados conforme a nossa necessidade”, destacou Crivella. Ainda não há uma previsão do número de leitos que serão contratados.

O prefeito também destacou que vai assinar, ainda na tarde desta sexta-feira, o decreto que obriga o uso de máscaras de proteção nas ruas do Rio. Aquele que não estiver usando a máscara, será advertido pela Guarda Municipal. Não haverá cobrança de multa, pois, para Crivella, a maior punição a quem desrespeitar o decreto, é o risco da doença. O decreto será publicado na próxima segunda-feira (20), no diário oficial.

“Nós vivemos um momento de grande depressão econômica, em que muitos vendedores ambulantes estão enfrentando dificuldades. Então, nesse momento, pensar em multa não me parece possível. O que a gente pede, é que as pessoas obedeçam a lei”, completou.

O chefe do executivo municipal reafirmou que a população precisa respeitar o afastamento social. O grupo, que se reuniu durante a parte da manhã, decidiu de maneira unânime intensificar o afastamento social, já que, neste momento, é a melhor forma de conter a propagação do novo coronavírus. Segundo ele, com base nas informações divulgadas pela operadora de telefonia celular, a região da Zona Sul é a que mais apresenta aglomerações de pessoas, principalmente em praias e praças.

“Não se exponha. Não faça aglomerações em portas de botequim, nas vielas das comunidades. Mantenha a distância de dois metros de outras pessoas. Se você tem pessoas do grupo de risco em casa, por solidariedade e amor ao próximo, eu faço esse apelo: fique em casa”, afirmou.

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
31 de Maio de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Bola em Jogo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »