Capital Fluminense

Rio quer usar autotestes como estratégia de combate à Covid nas escolas municipais

Aplicação dos autotestes depende da liberação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, que por sua vez, afirma ainda não ter recebido documentação necessária do Ministério da Saúde

Por Caio Ramos

escolas crianças
(Foto: Reprodução/ Prefeitura do Rio)

A Prefeitura do Rio enviou um ofício nesta quinta-feira (13) à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) solicitando urgência na análise e autorização dos autotestes para Covid-19 com objetivo de reforçar o combate à doença nas escolas municipais da capital, que retomarão as aulas presenciais no dia 7 de fevereiro.

De acordo com o secretário municipal de Educação do Rio, Renan Ferrerinha, em meio a um aumento de casos de Covid, o uso de autotestes é mais um caminho para evitar a interrupção das aulas.

“Os autotestes são mais uma ferramenta para manter as escolas abertas. Em vez de fechar toda uma turma, poderemos identificar e isolar apenas os infectados com mais facilidade, reduzindo ao máximo as interrupções nas atividades”, explicou Ferreirinha.

“A nossa intenção é disponibilizar os testes para nossos profissionais da educação e alunos, mas tudo depende da autorização da Anvisa. O Ministério da Saúde está dizendo que enviaria o pedido de liberação, mas ainda não protocolou nada. Cansamos de esperar”, completou.

O que diz a Anvisa?

Por meio de nota, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária informou que ainda não recebeu a documentação necessária por parte do Ministério da Saúde para autorizar a aplicação de autotestes para Covid-19 no Brasil.

 

 

 



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
27 de Janeiro de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »