Economia

Aprovado aumento da Aneel em 52% no valor da bandeira tarifária vermelha 2

Consumidor deve ficar atento ao gasto de energia

Por Victor Yemba

Imagem de torres de energia elétrica
(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

O reajuste na bandeira tarifária vermelha patamar 2 (cobrança adicional aplicada às contas de luz realizada quando aumenta o custo de produção de energia), foi aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), nesta terça-feira (29). A cobrança extra passou de R$ 6,24 para R$ 9,49 a cada 100 kWh consumidos – alta de 52%. O motivo seria a falta de chuva para aumentar os reservatórios.

O valor contrariou o reajuste sugerido pela área técnica da Aneel, que recomendou uma alta de R$ 11,50 a cada 100 kWh consumidos, de forma a equilibrar a alta de custo da geração de energia. É preciso que o consumidor fique atento, pois o reajuste já passará a partir de julho.

O especialista em Finanças Marlon Glaciano orienta o máximo cuidado para economizar energia elétrica, com mudanças de hábitos no dia a dia. “Aparelhos eletrônicos em stand-by, lâmpadas acessas desnecessariamente, ventiladores ligados em cômodos vazios e muitos outros itens de comportamento podem agravar o custo de energia. Uma dica, é colocar um filtro de linha que possua o botão de liga e desliga conectado aos aparelhos eletrônicos, assim você poderá ligar apenas quando for utilizar economizando energia principalmente quando não estiver em casa”, aconselha.

Marlon Glaciano, Especialista em Finanças (Divulgação)
Marlon Glaciano, Especialista em Finanças (Divulgação)

Para o Educador Financeiro e especialista em Finanças da Impacto Consultoria Financeira, Felipe Nogueira, o custo pode subir ainda mais até o fim do ano. “Vale ressaltar que o Brasil hoje vive a pior crise hídrica dos último 90 anos. O nível dos reservatórios já é preocupante há alguns meses. Foi necessário acionamento de usinas termoelétricas onde o custo para fornecimento é ainda mais caro”, explica.

Felipe Nogueira, Especialista em finanças (Divulgação)
Felipe Nogueira, Especialista em finanças (Divulgação)

É preciso consciência no uso da energia para evitar endividamento e até mesmo o corte de energia, orientam os especialistas. O último reajuste da bandeira elétrica foi realizado em 2019.



Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
22 de Julho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Isabele Benito
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »