Economia

Especialista explica porque os preços dos carros continuam subindo no Brasil

Paralisações na produção, alta do dólar, impostos, juros abusivos, diminuição da concorrência e crescimento do mercado de usados estão na lista de aspectos, que segundo Thacísio A. Rio, têm afetado o valor dos veículos

Por Redação Tupi

Especialista explica porque os preços dos carros continuam subindo no Brasil (Divulgação)
Especialista explica porque os preços dos carros continuam subindo no Brasil (Divulgação)

A exemplo do que já vem acontecendo em outros setores, os preços dos automóveis dispararam no Brasil. Dados divulgados pela Kelley Blue Book (KBB), multinacional do setor de avaliação de veículos, indicam que o preço dos carros novos no país registraram alta de 2%. Assim como os novos, o segmento de carros seminovos e usados também registrou alta nos preços. Ainda de acordo com a KBB, em abril os usados, que possuem de quatro a 10 anos de uso, ficaram 2,04% mais caros, enquanto os seminovos, com até três anos de rodagem, encareceram 2,69% no mês.

Mas apesar dos preços mais altos, as vendas de usados cresceram em maio. Segundo a FENAUTO, entidade que representa os setores de lojistas multimarcas de veículos, as vendas subiram 18,5%, em comparação com abril deste ano. No quinto mês, foram registradas a venda de 1.325.336 unidades, contra 1.118.285 do período anterior. Em comparação com o mesmo mês de 2020, o resultado ficou positivo em 198,1%. No acumulado do ano houve crescimento de 59,2% .

“A venda de carros novos em geral impulsiona o mercado de usados, e vice-versa. E como reflexo do aumento dos preços dos 0km, os seminovos acabaram tendo que atender pelo menos três perfis diferentes de consumidores: os que desejam carros novos, mas não querem pagar os preços cobrados por ele, aqueles que já tinham em sua lista de desejos um seminovo mesmo, e também algumas pessoas que abriram mão de ter carro, mas acabaram reavaliando a ideia, principalmente por conta da pandemia e o medo de aglomerações nos transportes públicos”, explica Thacísio A. Rio, CEO da Rios Assessoria, empresa especialista na análise de contratos a fim de encontrar valores abusivos.

Ainda de acordo com Thacísio, as paralisações provocadas pela pandemia, alta do Euro e Dólar também afetam preço de veículos, os impostos, juros abusivos, diminuição da concorrência e o crescimento do setor de seminovos e usados estão entre os motivos que podem nos ajudar a entender por que os preços continuam subindo. “Em decorrência de todas as medidas de isolamento social e a crise sanitária provocada pela pandemia do COVID-19, pelo menos 10 montadoras de automóveis, caminhões e ônibus anunciaram paralizações na produção de veículos desde o início do ano. Isso, somada a falta de componentes eletrônicos e matéria prima, diminui a produção, fazendo assim com que o setor venda menos, por mais. Além disso o Euro vem alcançado cotações elevadíssimas nos últimos tempos. Na data de fechamento desta pauta, estava cotado a R$ 5,91. Outra moeda que não para de subir é o Dólar, que já passou dos R$ 5,0. as duas moedas mais caras significam também o aumento de produtos importados e até os nacionais, uma vez que muitos deles dependem de peças importadas, o que é o caso dos automóveis, inclusive, os usados”, chegou a explicar o especialista.⠀⠀



Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Julho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Alexandre Ferreira
« Programa Anterior
02:00 - Na Companhia Do Garcia
04:00 - Show do Mário Belisário
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »