Economia

Inadimplência das famílias diminui no Rio, mas proporção de endividados registrou alta

A parcela da renda das famílias comprometida com o pagamento de dívidas, por sua vez, aumentou pela segunda vez consecutiva

Por Victor Yemba

(Foto: Valter Campanato/ Divulgação: Agência Brasil)

Um levantamento do Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises revelou que o percentual de famílias endividadas iniciou o ano com leve crescimento em relação ao último mês de 2019. Entre dezembro e janeiro a taxa subiu de 61,5% para 63,7%, respectivamente.

A dívida no cartão de crédito, que tradicionalmente é a mais contraída entre as famílias, foi citada em janeiro deste ano por 78,4% dos endividados, muito acima da segunda modalidade de dívida mais citada no ranking, os carnês (10,8%). O cheque especial foi citado por 7,9% das famílias.

O economista da Fundação Getúlio Vargas, João Gomes, ressalta mais sobre a pesquisa. “Isso comprova que muitas famílias ainda utilizam o cartão de crédito como uma forma de ampliar seu poder de compra, uma vez que o salário pode não estar cobrindo os gastos do mês”.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »