Educação

Nova reitora diz que situação da UFRJ é muito dramática

Em entrevista, Denise Pires de Carvalho disse temer que cortes do MEC levem universidade à paralisação

Por Redação Tupi

Foto: Repprodução

A nova reitora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a professora Denise Pires de Carvalho, revelou estar preocupada com o que pode vir a acontecer com a instituição depois dos cortes que o Ministério da Educação (MEC) impôs nos orçamentos. A entrevista foi dada ao jornal Estadão.

Em maio, o presidente Jair Bolsonaro assinou a nomeação dela como primeira mulher reitora da universidade, depois da professora ter ficado no topo da lista tríplice de candidatos, com 9.427 dos 19.232 votos.

Durante a entrevista, ela disse o quão dramático é o cenário que a universidade enfrenta atualmente, que pode, inclusive, culminar no funcionamento.

“Na UFRJ a situação é muito dramática porque o contingenciamento é de R$ 114 milhões. Passa de 40% sobre a verba usada para pagar empresas terceirizadas, responsáveis pela limpeza, segurança, transporte, e também para o pagamento das contas de água e luz. A UFRJ tem orçamento de R$ 360 milhões, e já tem um déficit de R$ 170 milhões. Com mais esse corte de R$ 114 milhões, quanto vai nos restar? Nada. Isso significa que, para a UFRJ, isso inviabiliza o funcionamento da universidade”, disse a nova reitora.

 

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Fevereiro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Alexandre Ferreira
« Programa Anterior
02:00 - Na Companhia Do Garcia
04:00 - Show do Mário Belisário
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »