Conecte-se conosco

Capital Fluminense

Prefeitura do Rio realiza feira de trabalho para pessoas com deficiência

Dados mostram que pessoas com deficiência recebem em média 60% menos

Publicado

em

(Divulgação: Agência Brasil)

A Prefeitura do Rio, por meio das secretarias municipais de Trabalho e Renda e da Pessoa com Deficiência, realiza nesta quarta-feira (28) o Emprega Rio PCD, maior feirão do ano no município para pessoas com deficiência. Serão 551 vagas na cidade e na região metropolitana, oferecidas por 21 empresas parceiras. O evento ocorrerá no CIAD, na Avenida Presidente Vargas 1.997, Centro, das 9h às 16h.

As pessoas com deficiência enfrentam grandes barreiras no acesso ao mercado de trabalho no Brasil, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) referentes a 2019. A cada dez pessoas com deficiência que buscam emprego, sete estão fora do mercado de trabalho. O Rio de Janeiro tem aproximadamente 450 mil profissionais nessa situação, e por isso há a necessidade de ações efetivas como a oferta de empregos e cursos de capacitação para elaborar currículos e de formação profissional em vários segmentos.

A diferença também existe na questão salarial. Enquanto as pessoas com deficiência recebem salário médio de R$ 1.639, o rendimento de alguém sem deficiência é de R$ 2.619, ou seja, 60% maior. A taxa de emprego formal (com carteira assinada) também retrata o mercado de trabalho para esse público: 65,7 % das pessoas com deficiência estão sem atividades laborais, enquanto a proporção era de 49,1% nestes últimos dados produzidos, há três anos.

– Trabalhar pela inclusão das pessoas com deficiência tem a ver com vários Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Tem a ver com trabalho decente e crescimento econômico, erradicação da pobreza, saúde e bem estar e redução das desigualdades. Atuamos em diversas frentes de parcerias, ou seja, exatamente o que diz a ODS 17 – disse o secretário de Trabalho e Renda, Alexandre Arraes.

A secretária municipal da Pessoa com Deficiência, Helena Werneck, ressaltou a importância de espaços e ações acessíveis ao público com deficiência, como o do Feirão de Empregos e o Emprega Rio PCD.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.