Botafogo

Justiça nega pedido de reconsideração do Botafogo para retornar ao Ato Trabalhista

Decisão foi tomada nesta quarta-feira pelo desembargador corregedor Jorge Fernando Gonçalves da Fonte

Por Redação Tupi

durcesio Mello falando em reunião do CD
Foto: Vitor Silva/Botafogo

Depois da justiça conceder a exclusão do Botafogo do Ato Trabalhista, o clube teve nesta quarta-feira o pedido de reconsideração negado pelo desembargador corregedor Jorge Fernando Gonçalves da Fonte, do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região (TRT-1). Os requerimentos de efeito suspensivo contra a saída do Ato ainda não foram julgados, o que deve acontecer até o fim desta semana. A informação foi dada pelo site ‘Esporte News Mundo”.

Com o Ato Trabalhista cancelado, cerca de R$ 100 milhões em dívidas trabalhistas do clube voltaram a ter possibilidade de execuções individuais de forma imediata. Em 2020, O Botafogo conseguiu a suspensão dos pagamentos por conta da pandemia da Covid-19. Quatro meses não foram quitados. No entanto, a corregedoria do TRT à época havia determinado a suspensão desse cancelamento dos pagamentos, estipulando um prazo de 15 dias para a quitação da dívida, na casa de R$ 7,24 milhões.

O Ato Trabalhista do Botafogo era vigente até 2024. O Ato estava em ação desde 2015, evitando penhoras nas receitas do clube em todas as dívidas de ações ajuizadas até o fim de 2014.



Comentários

Botão Calendário de Vacinação



AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Junho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Baú da Tupi
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Pedro Augusto
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
03:00 - Domingo Show
12:00 - Bola em Jogo
06:00 - Ele & Ela
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »