Esportes

Copa América 2019: como será a competição no Brasil

Por Redação Tupi

Foto: Fernando Torres / CBF

A Copa América está chegando! Nesta sexta-feira, o Brasil encara a Bolívia, às 21h30, no Morumbi, dando início ao torneio que irá acontecer até o dia 7 de julho. 12 países estão participando da competição, sendo dois desses como convidados. São eles: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. Japão e Catar são os convidados de 2019. As seleções foram divididas em três grupos com quatro times. Confira: 

Grupo A: Bolívia, Brasil, Peru e Venezuela

Grupo B: Argentina, Catar, Colômbia e Paraguai

Grupo C: Chile, Equador, Japão e Uruguai

Essa é a 46ª edição da Copa América. O principal torneio de futebol masculino entre seleções da América do Sul é organizado pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol). O Brasil é o país sede deste ano e já recebeu a competição em outras cinco oportunidades. A bola oficial do torneio se chama “Rabisco” e foi produzida pela Nike. Já o mascote é uma capivara e se chama “Zizito”, em homenagem ao ex-jogador Zizinho.

Seis estádios foram escolhidos para receber a Copa América 2019 no Brasil. Maracanã, Mineirão, Arena do Grêmio, Arena Fonte Nova, Morumbi e a Arena Corinthians serão os palcos da principal competição da América do Sul. Confira os jogos em cada estádio:

Maracanã (Rio de Janeiro)

  • Paraguai x Catar – 16 de junho, às 16h
  • Bolívia x Peru – 18 de junho, às 18h30
  • Chile x Uruguai – 24 de junho, às 20h
  • 2º A x 2º B, quartas de final – 28 de junho, às 20h
  • Final da Copa América 2019 – 7 de julho, às 16h

Mineirão (Belo Horizonte)

  • Uruguai x Equador – 16 de junho, às 19h
  • Argentina x Paraguai – 19 de junho, às 21h30
  • Bolívia x Venezuela – 22 de junho, às 16h
  • 1º A/3º B ou C x 1º B/2 º C, semifinal (jogo 23), às 21h30

Arena do Grêmio (Porto Alegre)

  • Venezuela x Peru – 15 de junho, às 16h
  • Uruguai x Japão – 20 de junho, às 20h
  • Catar x Argentina – 23 de junho, às 16h
  • 1º A x 3º B ou C (jogo 19), quartas de final – 27 de junho, às 21h30
  • 2º A/2º B x 1º C/3º A ou B, semifinal – 3 de julho, às 21h30

Arena Fonte Nova (Salvador)

  • Argentina x Colômbia – 15 de junho, às 19h
  • Brasil x Venezuela – 18 de junho, às 21h30
  • Equador x Chile – 21 de junho, às 20h
  • Colômbia x Paraguai – 23 de junho, às 16h
  • 1º C x 3º A ou B (jogo 22), quartas de final – 29 de junho, às 16h

Morumbi (São Paulo)

  • Brasil x Bolívia – 14 de junho, às 21h30 (jogo de abertura)
  • Japão x Chile – 17 de junho, às 20h
  • Colômbia x Catar – 19 de junho, às 18h30

Arena Corinthians (São Paulo)

  • Peru x Brasil – 22 de junho, às 16h
  • 1º B x 2º C (jogo 21), quartas de final – 28 de junho, às 20h
  • Perdedor jogo 23 x Perdedor jogo 24, disputa do 3º lugar – 6 de julho, às 16h

A Copa América 2019 contará com 12 seleções e promete ser um evento bastante disputado pelo histórico de todas nos últimos anos. Algumas visam se recuperar no futebol, outras focam utilizar o torneio como base para outras competições, e umas buscam conquistar mais um troféu e levar para casa o prêmio. Confira abaixo panoramas das seleções: 

CHILE

O Chile é o atual campeão da Copa América, vencendo a competição em 2015, ano em que foi anfitrião. chilenos também conquistaram a Copa América Centenário, disputada em 2016, nos Estados Unidos. Esse é o primeiro torneio da seleção no comando do técnico Reinaldo Rueda, ex-Flamengo. A grande expectativa da seleção é o atacante Alexis Sánchez e o meia Arturo Vidal, que são as principais estrelas do país.

VENEZUELA

Já a Venezuela viaja para o Brasil com Soteldo, jogador do Santos, buscando lutar pelo título da competição. O técnico Rafael Dudamel vai apostar em uma seleção mesclada, com jogadores experientes e jovens. O treinador convocou quatro jogadores que foram vice-campeões mundiais: Faríñez, Joel Graterol, Ronald Hernández e Yangel Herrera. A Venezuela nunca conquistou a Copa América. Seu melhor resultado na competição foi em 2011, na Argentina, quando ficou na quarta colocação.

CATAR 

O Catar é uma das seleções convidadas para o torneio e contará com Almoez Ali, que é o destaque dos catari. A seleção chega com muita força, já que foi campeã recentemente da Copa da Ásia. Essa será sua estreia na competição se tornando a nona seleção fora da Conmebol a disputar a Copa América.

BOLÍVIA

A Bolívia, adversária do Brasil na fase de grupos, terá Marcelo Moreno à frente do time. O ex-jogador do Grêmio é o mais conhecido entre os convocados pelo técnico Eduardo Villegas. A seleção boliviana teve uma boa atuação na Copa América de 1963, quando faturou o título. Na ocasião, a competição foi disputada pela primeira vez no país.

PERU

O Peru contará com um atleta famoso no Campeonato Brasileiro: Paolo Guerrero, atualmente no Internacional. Ele é a grande esperança do país por um título por ser o maior artilheiro da história da seleção. Na última edição da Copa América, em 2015, a seleção liderada por Ricardo Gareca conquistou o terceiro lugar. A equipe já venceu o torneio em duas ocasiões, em 1939 e 1975.

ARGENTINA

Grande rival da Seleção Brasileira, a Argentina vem com o craque Lionel Messi para reconquistar espaço no futebol, já que está há quase 26 anos sem títulos. O país é o segundo que mais venceu a Copa América, com 14 títulos na conta. Além disso, os argentinos possuem grandes marcas no torneio. Eles são os maiores goleadores da competição, com 455 gols marcados.

COLÔMBIA

A Colômbia irá com dois jogadores importantes para a competição: James Rodriguez e Falcão García. O volante Cuéllar, do Flamengo, também está convocado e pode ser fundamental para a disputa do título. A seleção colombiana já conquistou o troféu da Copa América em 2001, em Bogotá. A Colômbia é a última equipe que foi campeã do torneio vencendo todos os seus jogos e sem sofrer gols.

PARAGUAI

O Paraguai terá Gatito Fernandez, goleiro do Botafogo, como um dos principais destaques. A seleção paraguaia venceu a Copa América duas vezes, em 1953 e 1979. Além disso, a equipe chegou as semifinais em duas das últimas três edições da competição, em 2011 e 2015.

EQUADOR

O Equador terá Antonio Valencia como peça chave. A seleção chega ao Brasil sob o comando do técnico Hernán Darío Gómez e buscará seu primeiro título na Copa América. A sua melhor participação na competição foi em 1993, quando terminou em quarto lugar.

URUGUAI

O Uruguai vem com uma dupla de ataque formada por Cavani e Suárez para tentar buscar o troféu em terras brasileiras. A seleção uruguaia é a maior vencedora da Copa América, somando 15 títulos. Além disso, a Celeste foi a primeira vencedora do torneio em 1916. Sua última conquista do título foi em 2011, na Argentina.

JAPÃO

O Japão, outro time convidado, volta a disputar uma Copa América após 20 anos e tem uma seleção formada por jovens jogadores visando se preparar para as Olimpíadas de Tóquio, em 2020. Nakajima é o principal destaque do time. Além dele, Takumi Minamino, Maya Yoshida e Yuya Osako são as esperanças dos japoneses para a Copa América. A seleção japonesa é uma das equipes mais tradicionais da Ásia.

Comentários
enquete

Você acha futebol chato ou emocionante?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Alexandre Ferreira
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
03:00 - Show do Mário Belisário
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Samba Social Clube
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
12:00 - Patrulha da Cidade
06:00 - Ele & Ela
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »