Esportes

Copa América 2019: como será a competição no Brasil

Por Redação Tupi

Foto: Fernando Torres / CBF

A Copa América está chegando! Nesta sexta-feira, o Brasil encara a Bolívia, às 21h30, no Morumbi, dando início ao torneio que irá acontecer até o dia 7 de julho. 12 países estão participando da competição, sendo dois desses como convidados. São eles: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. Japão e Catar são os convidados de 2019. As seleções foram divididas em três grupos com quatro times. Confira: 

Grupo A: Bolívia, Brasil, Peru e Venezuela

Grupo B: Argentina, Catar, Colômbia e Paraguai

Grupo C: Chile, Equador, Japão e Uruguai

Essa é a 46ª edição da Copa América. O principal torneio de futebol masculino entre seleções da América do Sul é organizado pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol). O Brasil é o país sede deste ano e já recebeu a competição em outras cinco oportunidades. A bola oficial do torneio se chama “Rabisco” e foi produzida pela Nike. Já o mascote é uma capivara e se chama “Zizito”, em homenagem ao ex-jogador Zizinho.

Seis estádios foram escolhidos para receber a Copa América 2019 no Brasil. Maracanã, Mineirão, Arena do Grêmio, Arena Fonte Nova, Morumbi e a Arena Corinthians serão os palcos da principal competição da América do Sul. Confira os jogos em cada estádio:

Maracanã (Rio de Janeiro)

  • Paraguai x Catar – 16 de junho, às 16h
  • Bolívia x Peru – 18 de junho, às 18h30
  • Chile x Uruguai – 24 de junho, às 20h
  • 2º A x 2º B, quartas de final – 28 de junho, às 20h
  • Final da Copa América 2019 – 7 de julho, às 16h

Mineirão (Belo Horizonte)

  • Uruguai x Equador – 16 de junho, às 19h
  • Argentina x Paraguai – 19 de junho, às 21h30
  • Bolívia x Venezuela – 22 de junho, às 16h
  • 1º A/3º B ou C x 1º B/2 º C, semifinal (jogo 23), às 21h30

Arena do Grêmio (Porto Alegre)

  • Venezuela x Peru – 15 de junho, às 16h
  • Uruguai x Japão – 20 de junho, às 20h
  • Catar x Argentina – 23 de junho, às 16h
  • 1º A x 3º B ou C (jogo 19), quartas de final – 27 de junho, às 21h30
  • 2º A/2º B x 1º C/3º A ou B, semifinal – 3 de julho, às 21h30

Arena Fonte Nova (Salvador)

  • Argentina x Colômbia – 15 de junho, às 19h
  • Brasil x Venezuela – 18 de junho, às 21h30
  • Equador x Chile – 21 de junho, às 20h
  • Colômbia x Paraguai – 23 de junho, às 16h
  • 1º C x 3º A ou B (jogo 22), quartas de final – 29 de junho, às 16h

Morumbi (São Paulo)

  • Brasil x Bolívia – 14 de junho, às 21h30 (jogo de abertura)
  • Japão x Chile – 17 de junho, às 20h
  • Colômbia x Catar – 19 de junho, às 18h30

Arena Corinthians (São Paulo)

  • Peru x Brasil – 22 de junho, às 16h
  • 1º B x 2º C (jogo 21), quartas de final – 28 de junho, às 20h
  • Perdedor jogo 23 x Perdedor jogo 24, disputa do 3º lugar – 6 de julho, às 16h

A Copa América 2019 contará com 12 seleções e promete ser um evento bastante disputado pelo histórico de todas nos últimos anos. Algumas visam se recuperar no futebol, outras focam utilizar o torneio como base para outras competições, e umas buscam conquistar mais um troféu e levar para casa o prêmio. Confira abaixo panoramas das seleções: 

CHILE

O Chile é o atual campeão da Copa América, vencendo a competição em 2015, ano em que foi anfitrião. chilenos também conquistaram a Copa América Centenário, disputada em 2016, nos Estados Unidos. Esse é o primeiro torneio da seleção no comando do técnico Reinaldo Rueda, ex-Flamengo. A grande expectativa da seleção é o atacante Alexis Sánchez e o meia Arturo Vidal, que são as principais estrelas do país.

VENEZUELA

Já a Venezuela viaja para o Brasil com Soteldo, jogador do Santos, buscando lutar pelo título da competição. O técnico Rafael Dudamel vai apostar em uma seleção mesclada, com jogadores experientes e jovens. O treinador convocou quatro jogadores que foram vice-campeões mundiais: Faríñez, Joel Graterol, Ronald Hernández e Yangel Herrera. A Venezuela nunca conquistou a Copa América. Seu melhor resultado na competição foi em 2011, na Argentina, quando ficou na quarta colocação.

CATAR 

O Catar é uma das seleções convidadas para o torneio e contará com Almoez Ali, que é o destaque dos catari. A seleção chega com muita força, já que foi campeã recentemente da Copa da Ásia. Essa será sua estreia na competição se tornando a nona seleção fora da Conmebol a disputar a Copa América.

BOLÍVIA

A Bolívia, adversária do Brasil na fase de grupos, terá Marcelo Moreno à frente do time. O ex-jogador do Grêmio é o mais conhecido entre os convocados pelo técnico Eduardo Villegas. A seleção boliviana teve uma boa atuação na Copa América de 1963, quando faturou o título. Na ocasião, a competição foi disputada pela primeira vez no país.

PERU

O Peru contará com um atleta famoso no Campeonato Brasileiro: Paolo Guerrero, atualmente no Internacional. Ele é a grande esperança do país por um título por ser o maior artilheiro da história da seleção. Na última edição da Copa América, em 2015, a seleção liderada por Ricardo Gareca conquistou o terceiro lugar. A equipe já venceu o torneio em duas ocasiões, em 1939 e 1975.

ARGENTINA

Grande rival da Seleção Brasileira, a Argentina vem com o craque Lionel Messi para reconquistar espaço no futebol, já que está há quase 26 anos sem títulos. O país é o segundo que mais venceu a Copa América, com 14 títulos na conta. Além disso, os argentinos possuem grandes marcas no torneio. Eles são os maiores goleadores da competição, com 455 gols marcados.

COLÔMBIA

A Colômbia irá com dois jogadores importantes para a competição: James Rodriguez e Falcão García. O volante Cuéllar, do Flamengo, também está convocado e pode ser fundamental para a disputa do título. A seleção colombiana já conquistou o troféu da Copa América em 2001, em Bogotá. A Colômbia é a última equipe que foi campeã do torneio vencendo todos os seus jogos e sem sofrer gols.

PARAGUAI

O Paraguai terá Gatito Fernandez, goleiro do Botafogo, como um dos principais destaques. A seleção paraguaia venceu a Copa América duas vezes, em 1953 e 1979. Além disso, a equipe chegou as semifinais em duas das últimas três edições da competição, em 2011 e 2015.

EQUADOR

O Equador terá Antonio Valencia como peça chave. A seleção chega ao Brasil sob o comando do técnico Hernán Darío Gómez e buscará seu primeiro título na Copa América. A sua melhor participação na competição foi em 1993, quando terminou em quarto lugar.

URUGUAI

O Uruguai vem com uma dupla de ataque formada por Cavani e Suárez para tentar buscar o troféu em terras brasileiras. A seleção uruguaia é a maior vencedora da Copa América, somando 15 títulos. Além disso, a Celeste foi a primeira vencedora do torneio em 1916. Sua última conquista do título foi em 2011, na Argentina.

JAPÃO

O Japão, outro time convidado, volta a disputar uma Copa América após 20 anos e tem uma seleção formada por jovens jogadores visando se preparar para as Olimpíadas de Tóquio, em 2020. Nakajima é o principal destaque do time. Além dele, Takumi Minamino, Maya Yoshida e Yuya Osako são as esperanças dos japoneses para a Copa América. A seleção japonesa é uma das equipes mais tradicionais da Ásia.

recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
12 de Dezembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Alexandre Ferreira
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
02:00 - Na Companhia Do Garcia
04:00 - Show do Mário Belisário
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
13:10 - Show do Pedro Augusto
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Patrulha da Cidade
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »