Esportes

Delegada não indicia Neymar por estupro

A modelo Najila de Souza acusou o jogador de tê-la violentado

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

Na tarde desta segunda-feira, a delegada Juliana Lopes Bussacos, da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, concluiu o inquérito que apura a acusação da modelo Najila de Souza de ter sido estuprada pelo jogador de futebol Neymar. Ela decidiu por não indiciar o jogador pelo time.

O Ministério Público solicitou a cópia de dois inquéritos: o de extorsão do suposto furto que teria ocorrido no apartamento da modelo e o sobre a divulgação de imagens íntimas dela. O material pedido foi entregue, mas as imagens e o prontuário médico não. Mas, apesar disso, a delegada optou por não dar continuidade na investigação.

O Ministério Público tem prazo legal de 15 dias para se manifestar.

Em junho, a modelo acusou o Neymar de tê-la estuprado em Paris, na França. Em uma tentativa de provar a inocência, o atleta divulgou conversas entre os dois, nas quais eram possíveis ver imagens íntimas de Najila.

recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Novembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Bola em Jogo
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »