Conecte-se conosco

Campeonato Brasileiro

Diniz reconhece atuação ruim do Flu: “Faltou perceber o que o jogo estava pedindo”

Depois de abrir 2 a 0, Tricolor cedeu a virada para o time da casa após diversos erros no setor defensivo

Publicado

em

Foto: Mailson Santana/Fluminense

Ainda de cabeça quente após a vitória de virada para o Atlético-GO, por 3 a 2, no estádio Antônio Accioly, na capital goiana, o técnico Fernando Diniz lamentou o resultado obtido, já que o Tricolor buscava retomar a vice-liderança da competição. O treinador, inclusive, preferiu não falar em falta de maturidade, já que o time não conseguiu segurar a vantagem aberta ainda no primeiro tempo.

Diniz também admitiu que a equipe não conseguiu um bom rendimento nas bolas paradas, quesito que, até então, vinha sendo um ponto forte do seu time ao longo de todo o Campeonato Brasileiro.

“É difícil falar maturidade, o futebol é muito complexo. O que fizemos hoje muito mal, que estava sendo o carro chefe do time, era a marcação de bola parada. Taticamente, isso foi muito decisivo hoje. Pois não estávamos sofrendo absolutamente nada com times muito fortes na bola parada, com o Palmeiras. E hoje sofremos os gols e em outras ocasiões que poderiam ter marcado, uma coisa que é muito incomum para o nosso time no campeonato” – disse.

No primeiro tempo, o Fluminense conseguiu abrir 2 a 0 no placar: primeiro com Jhon Arias, aos quatro minutos, cobrando pênalti; Germán Cano ampliou aos 37. No entanto, aos 44, Churín, também de pênalti, descontou para o Dragão.

Na segunda etapa, o Dragão foi quem dominou a partida e, nos minutos finais, conseguiu a virada com Baralhas e Marlon Freitas. Na visão do comandante tricolor, o time não conseguiu entender o que o jogo pedia.

“A gente não fez, no segundo tempo, principalmente a partir dos 10 minutos, não estávamos nos aproximando para jogar, não estávamos colocando o time à frente para disputar a primeira bola longa, ter chance de ganhar a segunda e jogar no campo de ataque. Eu estava pedindo era isso, fazer uma coisa ou outra. Naquele momento, estava pedindo para o time ser mais conservador. Usar mais bola longa, mas tirar o time de trás e jogar no campo do Atlético” – observou Diniz.

“É difícil falar de falta de maturidade. No segundo tempo, se o campo estivesse do lado que eu estava, provavelmente teríamos sido mais assertivos, seria mais fácil acertar. Teríamos feito um jogo mais convencional, faltou perceber o que o jogo estava pedindo naquele momento” – completou o treinador.

Com a derrota, o Fluminense permaneceu com 51 pontos e perdeu a chance de retomar, mesmo que provisoriamente, a vice-liderança do Brasileirão. Pela frente, o Tricolor terá o América-MG, no próximo domingo, às 18h, no Maracanã.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.