Esportes

Flamengo deveria ‘nunca mais entrar em campo no dia 8 de fevereiro’, defende jornalista

Em vídeo lançado no seu canal no Youtube, Mauro Cezar defendeu que data "deveria ser guardada para refletir"

Por Redação Tupi

Em vídeo lançado no seu canal no Youtube, Mauro Cezar defendeu que data “deveria ser guardada para refletir”
(Foto: Reprodução/YouTube)

Em vídeo lançado no seu canal no Youtube, o jornalista e comentarista esportivo Mauro Cezar, da ESPN Brasil, criticou o Flamengo pela postura adotada diante da data completada neste sábado, de um ano do incêndio no Centro de Treinamento Ninho do Urubu. Para ele, assim como o Liverpool nunca mais jogou em 15 de abril devido à tragédia de Hillsborough, o rubro-negro nunca mais deveria entrar em campo no dia 08 de fevereiro.

“Depois da tragédia do Ninho do Urubu, em 8 de fevereiro de 2019, o mínimo que o Flamengo poderia fazer era solicitar junto à CBF, à Federação Carioca, à Conmebol e às outras entidades para nunca mais entrar em campo em 8 de fevereiro. Só que hoje, 8 de fevereiro de 2020, o Flamengo vai jogar contra o Madureira, no Maracanã. Haverá homenagens, mas como será, por exemplo, se fizer um gol? Haverá comemoração? É provável que sim. É um dia que deveria ser guardado para refletir. Mais um momento estranho que só reforça a forma equivocada como o clube lida com sua própria tragédia”, avaliou Mauro Cezar.

Neste sábado, antes da partida contra o Madureira, foram realizadas homenagens no Maracanã aos 10 jovens jogadores que morreram no incêndio,. Porém, parte os pais dessas vítimas não foram convidados. 

Comentários
enquete

Quem deve ser beneficiado com o paredão falso no BBB21?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
08 de Março de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Patrulha da Cidade
« Programa Anterior
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »