Esportes

Flamengo inicia demissões de funcionários para tentar conter gastos durante a pandemia

Estimativa é que ao menos 60 colaboradores, entre Gávea e Ninho do Urubu, sejam desligados nos próximos dias

Por Redação Tupi

Foto: Divulgação.

O Flamengo deu início a uma série de demissões de funcionários, nesta quinta-feira, no intuito de diminuir gastos durante a pandemia do novo coronavírus. Os cortes abrangem colaboradores da Gávea, a sede social, e o Ninho do Urubu, onde treinam as equipes de base e profissional do futebol masculino. Num primeiro momento, os desligamentos serão de membros da comissão técnica da base e também outras funções, como recepção, rouparia e fisiologia.

A medida, publicada inicialmente pelo jornalista Venê Casagrande, pegou alguns funcionários de surpresa e criou expectativa para outros. A folha salarial dos funcionários do clube, com exceção a futebol e basquete, está na faixa dos R$ 3 milhões. Recentemente, a diretoria iniciou discussões para reduzir 25% dos salários que recebem mais de R$ 4 mil mensais.

Até o momento, não houve um reajustes ou cortes envolvendo o futebol profissional. A tendência é que as conversas tenham início nos próximos dias, quando todos os jogadores, dirigentes e membros da comissão técnica estarão no Rio de Janeiro. A folha salarial do departamento está acima dos R$ 20 milhões mensais e sofre com algumas variáveis como, por exemplo, o caso de Jorge Jesus, que recebe em Euro.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Novembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Nenhuma programação disponível
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »