Esportes

Entenda como vai funcionar o projeto de ampliação do Maracanã

Projeto de lei 4260/2019 foi inspirado no estádio Beira-Rio, e foi aprovado nesta terça-feira, na ALERJ.

Por Rui Guilherme

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Nesta terça-feira, o projeto de lei 4260/18, de autoria dos deputados André Ceciliano e Zeidan Lula (PT), foi aprovado na ALERJ. Inspirado no estádio do Internacional, o Beira-Rio, o projeto prevê a retirada das cadeiras dos setores norte e sul do Maracanã, para que volte os ingressos nos preços populares. O texto segue agora para sanção ou veto do governador.

Preços melhores, mais torcedores no Maraca, é o que a maioria quer. Porém, para que isso aconteça, será necessário um estudo aprofundado para atender os critérios de segurança e de estrutura do estádio. O projeto foi inspirado no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, onde o Internacional, que havia removido o setor conhecido como “Coreia” (como se fosse a geral do Maracanã), e anos depois removeu as cadeiras para voltar com ingressos a preços populares.

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ), falou com o repórter Rui Guilherme, da Super Rádio Tupi, e contou os detalhes do projeto.

“PL 4260/2019, é uma proposta para democratizar ainda mais o futebol. Na verdade já acontece em alguns estádios do Brasil, tem um exemplo lá no Rio Grande do Sul, em relação ao Internacional, reverteu parte da arquibancada em geral, lá tem uma torcida chamada camisa 12, que fica nesse espaço, então veio daí essa inspiração, e a gente acha que com isso vai melhorar o acesso da população que mais precisa para acompanhar os jogos de futebol no Maracanã. Com preço mais barato, e a gente precisa trazer de volta a alegria e o arquibaldo, nada melhor que aquelas figuras bacanas que eu lembro bem quando eu era pequenininho la diretamente da geral”.

A deputada Rosângela Zeidan, autora do projeto ao lado de André Ceciliano, disse que os clubes que administram o estádio (Flamengo e Fluminense), foram a favor da volta da geral, e citou exemplos de países da Europa, mais precisamente na Inglaterra, onde fazem o uso de cadeiras móveis.

“Estamos com esse processo de lei desde o ano passado, é importante ressaltar que esse projeto de lei é autorizativo, nós fizemos audiências, tivemos a participação não só do Clube de Regatas do Flamengo mas também do Fluminense, que hoje estão administrando o Maracanã, o maior estádio do Brasil, um ícone turístico, e todos os clubes se posicionaram da a favor da volta dos ingressos populares, a favor da geral. Nós temos exemplos em outros países, na Alemanha, na Inglaterra, nos Estados Unidos, na Inglaterra as cadeiras são móveis, elas são movimentas, e o torcedor assiste o show do futebol em pé, então isso seria uma opção. As obras que serão realizadas, terão que seguir os critérios de segurança. Chamamos a Defesa Civil, ouvimos quais são todos os critérios que teriam de ser feitos dentro do Maracanã para que haja conforto e segurança para o nosso torcedor”.

Perguntada sobre as exigências da Conmebol e FIFA, que não permitem que os torcedores assistam os jogos em pé, a deputada falou que, segundo os clubes, não há nenhuma ordem que obrigue os torcedores a ficarem sentados no estádio.

“Segundo os dois clubes administradores, não há regulamento que proíba o torcedor de ficar em pé. Tanto que na Alemanha, eles colocaram barras, existem setores sem cadeiras. A gente quer travar essa questão com o governo do estado, com a SUDERJ, com os clubes envolvidos na administração, para que a gente consiga de fato pensar na melhor forma, com as cadeiras móveis, com as obras necessárias, porque o número de torcedor aumenta, então você tem que ter uma estrutura de conforto, com mais banheiros, bares, lanchonetes”.

Para finalizar, Zeidan falou das obras que serão necessárias para que tudo saia bem. Será realizado um fórum para que seja debatido o tempo de obra, e fazer o que for preciso para que o projeto saia o mais rápido do papel.

“É uma obra que requer uma mudança na estrutura do Maracanã de novo, só o que vale aqui é a concepção de termos de volta os geraldinos fazendo o Maracanã vibrar como sempre foi a cultura do futebol, é uma prioridade não só dos torcedores de todos os clubes, não só cariocas, mas do Brasil. Todos que participaram da audiência feita por conta deste projeto, se mostraram a favor. Dá pra se discutir a ideia com todos priorizando este setor, que seria ali no setor norte, setor sul, nos dois polos atrás do campo, como era antigamente, mas que em determinados momentos, seriam recolocadas”.

Comentários
enquete

Ir de penetra em uma festa é muita cara de pau?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
14 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »