Destaques

Flamengo não concorda com liberação de apenas 10% de público e pode mandar jogo pela Libertadores fora do Rio

VP jurídico avisou que clube tem outras opções para a partida contra o Olimpia

Por Redação Tupi

Rodrigo Dunshee de Abranches em coletiva de imprensa
Rodrigo Dunshee de Abranches (Foto: Raphael Zarko)

Apesar da liberação da prefeitura do Rio para a presença de 10% de público no Maracanã na partida contra o Olimpia, no dia 18 de agosto, pelas quartas de final da Libertadores, o Flamengo sinaliza que poderá mandar o jogo fora do Estado.

O percentual permitido não agradou ao vice jurídico, Rodrigo Dunshee de Abranches. O Flamengo havia solicitado a autorização para ocupar 30% da capacidade do estádio. Nas redes sociais, o dirigente avisou que não será economicamente viável jogar no Maracanã:

“Perde o Rio de Janeiro, perde o turismo, perde a fazenda pública e perde, principalmente, o carioca. Temos para onde levar nossos jogos. Vida que segue. 10 por cento não é economicamente sustentável. 10 por cento foi o que deram em janeiro para a (final da) Libertadores. Com testagem era seguro 30%. Como BH, Cuiabá, Brasília etc.. Abrir o Maracanã para público custa caro. Tem uma logística grande”.

 

 

Últimos vídeos do Mengão


recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Setembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Isabele Benito
« Programa Anterior
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »