Esportes

Jorge Jesus elogia atuação na vitória da Libertadores “dentro da linha de patamar que o Flamengo tem”

Rubro-negro venceu o Barcelona de Guayaquil por 3 a 0, pela segunda rodada da fase de grupos da competição

Por Bruno Almeida

(Foto: Bruno Almeida/Tupi)

O Flamengo venceu o Barcelona de Guayaquil, por 3 a 0, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. Com a vitória, o rubro-negro manteve os 100% de aproveitamento na competição e abriu 6 pontos de vantagem para o terceiro colocado. A partida em si foi de total domínio do time carioca, que não sofreu sustos e venceu com tranquilidade. Jorge Jesus elogiou a atuação da equipe e admitiu que os jogadores se preservaram no final.

– Foi mais uma vitória dentro da linha de patamar que o Flamengo tem jogado, pondo em dúvida as vezes o valor do adversário para nossa intensidade e qualidade de jogo. As equipes do Equador que enfrentamos (jogaram contra o Independiente del Valle neste ano pela Recopa Sul-Americana) têm muita qualidade e fizemos um jogo de forma que o Barcelona não tivesse hipóteses para usar essa qualidade, para agredir nossa baliza. Eles praticamente não tiveram oportunidades. O Flamengo teve um futebol muito intenso e técnico até o 3 a 0. Depois, a equipe tirou um pouco o pé do acelerador.

Thiago Maia foi titular mais uma vez na vaga de Willian Arão, suspenso. O volante teve outra atuação de destaque. Jorge Jesus enalteceu a qualidade do atleta e o fato do time ter dois bons jogadores para a posição.

– Isso é vantajoso para a equipe (a disputa). Foi nossa ideia: ter jogadores na mesma posição com um nível alto. Ele tem aproveitado as oportunidades e tem estado bem tecnicamente. Taticamente aqui ou lá não tem ainda o conhecimento do Arão. Isso é bom para equipe e para o treinador.

Jesus também explicou o porque de ter substituído o meia Arrascaeta.

– Ele tem tido um problema muscular, durante a semana não tem treinado muito. Tanto que não foi relacionado contra o Botafogo. Está jogando no limite do risco. Por isso, o tirei.

Apesar dos elogios ao time, o técnico criticou o gramado do Maracanã e disse que as condições dele prejudicam a qualidade do jogo.

– Este gramado do Maracanã não propicia nada ao time que tem qualidade técnica de jogo. Não favorece em nada os jogadores do Flamengo. Por isso, não jogamos como queremos em termos de velocidade. O gramado não tem qualidade. Mas não podemos criticar muito quem cuida. Joga Flamengo, Fluminense, Vasco… Não há gramado que resista. Não podem jogar três equipes em um gramado, nem duas.

Mister ressaltou que não sabe como resolver o problema do gramado, pelo fato de que vários times jogam sempre lá.

– O estádio não é do Flamengo. Portanto, para fazer vontade política para as equipes que jogam no Rio colocam para jogar mais equipes no estádio. Deviam colocar os quatro grandes e está resolvido politicamente. Mas não pode ser assim. Se o mando é do Flamengo, tem que mandar. Mas não manda nada. Paga, mas não manda nada. É um problema que não sei se tem solução. Mas é prejudicial para todos que jogam. É impossível um gramado resistir a três jogos por semana.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »