Fluminense

Justiça nega antecipada do meia Miguel contra o Fluminense

Ação foi movida pelo pai do jogador

Por Sérgio Guimarães

Foto: Mailson Santana/Miguel/Fluminense

O meia Miguel do Fluminense teve sua ação impetrada na justiça contra o Fluminense negada no TRT (Tribunal Regional do Trabalho), pela juíza Maíra Automare, da 9ª vara do trabalho do rio de Janeiro.

A ação foi encaminhada pelo pai do jogador, José Roberto Lopes, que atua como empresário e advogado do jogador. Eles estão pedindo a rescisão indireta do Fluminense alegando que o clube deve um ano de um reajuste salarial previsto em contrato, além de cerca de seis parcelas de FGTS não recolhidas.

Com a negativa da justiça, Miguel segue como jogador do tricolor até a apreciação do mérito. A juíza também afirmou que não há justificativa para o pedido de segredo de justiça colocado no processo e deu 15 dias para Miguel explicar a necessidade de sigilo.

O jogador não aparece no CT Carlos Castilho desde a entrada da ação na justiça.



Comentários

Botão Calendário de Vacinação



AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Junho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Baú da Tupi
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Pedro Augusto
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
03:00 - Domingo Show
12:00 - Bola em Jogo
06:00 - Ele & Ela
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »