Esportes

Luxemburgo sobre arbitragem: ‘Acho isso uma covardia muito grande’

Treinador também elogiou sua equipe: 'Nós tivemos condições de fazer gols, como naquela bola do Guarín, que entrou sozinho'

Por Wellington Campos e Wesley Ramon

Foto: Wellington Campos/Tupi.fm

O técnico Vanderlei Luxemburgo aproveitou a oportunidade de falar com a imprensa, para disparar contra a arbitragem do jogo contra o Palmeiras, na noite desta quarta-feira. O Vasco foi derrotado por 2 a 1 pela equipe paulista. Na sala de coletiva o treinador além de reclamar de Rafael Traci, elogiou sua equipe que teve a chance de virar a partida ainda na primeira etapa.

“Tivemos uma sequência boa de vitórias e falaram bem. Não me assusta. Temos os jogos necessários para sair da confusão. Nunca falei que meu time era para outra competição. Nossa competição é diferente. Não adianta insistir. Hoje gostei da equipe, da maneira como jogou. Forte, dura, contra um adversário difícil. Os lances que o Vasco tem sido prejudicado são lances importantes. O Vasco perdeu muitos pontos por causa da arbitragem”.

Luxemburgo estava visivelmente irritado com a arbitragem e não parou de reclamar.

“Se o VAR chamou o juiz para ver, é porque colocou uma situação para o juiz analisar. É importante que o Gaciba venha a público e mostre a gravação com o árbitro. Mais ainda: o Luiz Adriano faz falta no Danilo antes de finalizar. Um absurdo. Estamos sendo prejudicados em muitas coisas. Quantos pontos nós perdemos… Estaríamos pelo menos na zona de Libertadores”

O treinador aproveitou para falar que o Vasco teve a chance de virar o jogo, e frisou que sua equipe jogou bem.

“Nos tivemos condições de fazer gols, como naquela bola do Guarín, que entrou sozinho. Acho que a equipe jogou bem taticamente. Não tenho o que reclamar da equipe. Estamos dentro da nossa competição. Nós tivemos possibilidades. Como o lado esquerdo estava com o Guarín, eu trouxe o Bruno César para lá e o Marrony por dentro. Conseguimos algumas situações. Não vi a derrota do Vasco passando pela escalação”.

Perguntado sobre Guarín, que perdeu a chance de virar o jogo para o Vasco ainda na primeira etapa, o comandante vascaíno revelou que falta frequência do volante nos jogos.

“Jogou 45 minutos contra o Fluminense. Eu deveria ter começado ao contrário, com ele na reserva. Refrescou ele. A frequência dele no jogo, ele caiu faltando 10, 15 minutos, mas ele teve uma frequência física muito boa. Tem tempo para recuperar”

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Pedro Augusto
« Programa Anterior
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »