Esportes

Marco Aurélio sobre a valorização do futebol feminino: ‘A gente fica muito feliz’

Coordenador de Futebol Feminino da CBF valoriza a história da seleção

Por Redação Tupi

Foto: Rubens Chiari/São Paulo

A Copa do Mundo está se aproximando e no próximo domingo a Seleção Brasileira feminina estreia na competição contra a Jamaica. O coordenador de Futebol Feminino da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Aurélio Cunha, comentou sobre a valorização da modalidade no Brasil e afirmou que as jovens estão em desenvolvimento.

“Com o número de times envolvidos, times de camisa com equipes femininas, a gente fica muito feliz. Diria que não houve tempo ainda para que a mudança de dois anos para cá reflita tão positivamente nos resultados da Seleção. Só de formar base, sub-20, sub-17, ter comissões competentes, tudo isso vai refletir provavelmente na próxima Copa. Temos jovens frutos do desenvolvimento, mas na próxima teremos mais, substituirão os grandes ídolos”, disse Marco Aurélio.

Marco Aurélio Cunha valorizou a história da Seleção feminina de futebol e afirmou que agora o foco é total na Copa do Mundo.

“Quando cheguei aqui no Mundial de 2015, a Márcia Taffarel foi convocada e foi ao Mundial. Sissi também esteve como assistente pontual, a Duda, a Michael Jackson, a Pretinha. Nunca deixamos de reconhecê-las dentro das possibilidades. As pessoas têm seus compromissos, e dentro do possível lembramos da história de cada uma. Agora temos que nos preocupar com a Copa do Mundo, mas nunca vamos deixar de lembrar da história. O que falta às vezes é uma matéria, um filme, essas coisas. Mas dentro do conceito de lembrança, jamais foram esquecidas”, afirmou Marco Aurélio.

Sissi foi uma das melhores jogadoras que já passou pela Seleção Brasileira. Ela disputou duas Copas do Mundo, em 1995 e 1999, e foi uma das artilheiras da competição, com sete gols. Além disso, ela participou dos Jogos Olímpicos de 1996 e de Jogos Olímpicos de 2000. Atualmente, a ex-jogadora atua como treinadora.

Pretinha também teve grande importância e é uma referência para as jogadoras de hoje em dia. Ela atuou em quatro Copas do Mundo e em quatro Olimpíadas, ganhando medalhas de prata. No Brasil, a jogadora atuou no Vasco da Gama. Márcia Taffarel também marca presença na história da Seleção Brasileira, já que participou da primeira olimpíada do futebol feminino, em Atlanta, em 1996.

Mariléia dos Santos, mais conhecida como Michael Jackson, fez parte da Seleção Brasileira por 12 anos. Ela participou de duas Copas do Mundo e uma Olimpíada, além de disputar do primeira Mundial, em 1991. A jogadora foi considerada a “Pelé” da modalidade e é uma das principais jogadoras nas décadas de 1980 e 1990.

Comentários
enquete

Mulheres administram melhor o dinheiro do que os homens?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
16 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »