Campeonato Brasileiro

Na base da vontade! Fluminense pressiona, arranca gol nos acréscimos e vence o Sport pelo Brasileirão

David Braz foi quem construiu o triunfo do Tricolor, que está em oitavo lugar, com 42 pontos

Por Bruno Gentile

David Braz marca nos acréscimos e Fluminense vence o Sport pelo Campeonato Brasileiro
(Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

Foi na raça e no suor! Após passar quase todo o duelo pressionando e buscando o triunfo, sob o apoio da sua torcida, o Fluminense espantou a má fase – estava há 180 minutos sem sequer fazer gols -, deixou para trás as duas derrotas seguidas, venceu o Sport por 1 a 0, neste sábado (6), no Maracanã, pela 30ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, e agora mantém acesa a esperança de colar no G-4 da competição nacional. David Braz, aos 50 da etapa complementar, nos acréscimos, foi o autor do tento carioca. Com o resultado, os comandados do técnico Marcão estão na oitava colocação, com 42 pontos.

O primeiro tempo foi marcado por poucas emoções e um jogo amarrado no Rio de Janeiro. Isso porque o Tricolor, apesar de ter conseguido finalizar, ao todo, nove vezes, contra apenas três dos pernambucanos, que se dedicaram muito mais a recuar e explorar os contra-golpes em velocidade, apresentou novamente dificuldades de chegar com perigo à meta defendida por Mailson, algo que já vem ocorrendo há algumas partidas. Depois de Marcos Felipe salvar a abertura do placar ao espalmar forte cabeçada de Rafael Thyere, os donos da casa lançaram-se ao ataque e controlaram as principais ações do confronto.

Aos 16 minutos, o time das Laranjeiras até balançou a rede, com Fred, porém, o lance foi anulado pela arbitragem. Samuel Xavier avançou pela faixa direita do gramado e cruzou para trás, na medida, achando o centroavante perto do círculo da cal. O camisa 9 apareceu batendo firme, sem hesitar, e mandou no cantinho do goleiro, que nada pôde fazer para evitar. Entretanto, o VAR flagrou impedimento do lateral na origem e invalidou o tento dos cariocas. A partir daí, as jogadas, de ambos os lados, passaram a ficar escassas e somente uma oportunidade de cada parte foi construída – uma do pés de John Kennedy, isolando ótima chance, e outra com Hernanes, ao arriscar por cima do travessão.

Na volta do intervalo, tanto o Fluminense quanto o Sport mudaram de postura e começaram a assustar o adversário de forma frequente, além de demonstrar evolução nas finalizações. Até os 10 minutos, Cazares, no lugar de Jhon Arias, quase acertou o gol de Mailson após concluir de longe, mas a bola acabou saindo rente à trave. Na sequência, Ewerthon teve a possibilidade de retribuir, chutou em cima de Marlon e viu a tentativa sair pela linha de fundo, sem perigo. A intensidade do duelo aumentou ainda mais e Luiz Henrique, por pouco, não abriu o placar, aos 11, quando matou no peito dentro da área e fuzilou sem a mira correta, por cima da baliza. Logo depois, veio nova resposta dos pernambucanos: Sander recebeu pela esquerda, progrediu e arrematou para linda intervenção de Marcos Felipe.

Em seguida, a equipe do Leão da Ilha pareceu sentir o cansaço e passou, consequentemente, a deixar espaços no setor defensivo, o que praticamente não aconteceu na etapa inicial. Com isso, o Tricolor ensaiou uma verdadeira blitz no ataque, criando diversas chances consecutivas. Primeiro, aos 19, John Kennedy dominou pela faixa direita e bateu, só que direto nas mãos do goleiro nordestino. Não satisfeito, Luiz Henrique, aos 27, teve a melhor situação construída para balançar a rede: Cazares veio pela ponta e cruzou no segundo. O garoto, livre, mandou na diagonal de perna esquerda, sem deixar cair, e explodiu o travessão. Aos 37, Lucca fez lance individual e, desequilibrado, chapou bem próximo à meta dos visitantes.

Nos acréscimos, como modo de coroar a tamanha insistência em sair de campo com os três pontos, o Fluminense, enfim, conseguiu inaugurar o marcador no Maracanã e, ao mesmo tempo, dar números finais ao confronto. Aos 50, na base da vontade e da raça, Marlon dominou, avançou aberto pela esquerda e alçou na primeira trave. David Braz antecipou-se à zaga do Sport, subiu no terceiro andar,  mais alto que todo mundo e testou cruzado. A bola tocou na trave esquerda de Mailson e entrou, de mansinho, na bochecha da rede do outro lado, para a explosão dos quase quatro mil torcedores presentes nas arquibancadas do estádio.

 

 

 



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Novembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Bola em Jogo
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
20:00 - Conexão Tupi
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »