Esportes

Relembre as quatro vezes em que o Brasil venceu a Copa América em casa

Seleção brasileira conquistou todas as edições da competição que foram realizadas em terras tupiniquins

Por Matheus Emanuel

Foto: Rolando de Freitas/Agência Estado

O Brasil receberá a maior competição do futebol sul-americano em 2019 pela quinta vez desde que o torneio foi criado, em 1916. Antes chamado de Campeonato Sul-Americano, a atual Copa América sempre proporcionou momentos históricos para o futebol brasileiro, revelando jogadores como Ronaldinho Gaúcho e consagrando ídolos como Adriano Imperador. A seleção brasileira nunca viu nenhum outro país celebrar o título da competição em terras tupiniquins, pois conquistou todas as quatro edições disputadas no país em 1919, 1922, 1949 e 1989.

Veja a história dos quatro títulos da seleção brasileira em casa: 

Campeonato Sul-Americano de 1919: 

Foto: Arquivo Nacional

O Brasil recebeu pela primeira vez um torneio de porte internacional no ano de 1919. A fim de receber disputa do terceiro Campeonato Sul-Americano da história no Rio de Janeiro, o Estádio das Laranjeiras foi construído. Na ocasião, Chile, Uruguai e Argentina vieram ao Brasil para disputar o título. Disputada em turno único, a seleção brasileira iniciou o torneio de modo a empolgar o torcedor com uma ótima campanha, vencendo o Chile por 6 a 0, derrotando a Argentina por 3 a 1. Na partida derradeira, o Brasil empatou com o Uruguai por 2 a 2, como a equipe celeste também havia vencido seus outros dois jogos, uma partida de desempate teve que ser realizada. Na grande final, a seleção brasileira acabou faturando o título ao vencer a equipe uruguaia por 1 a 0, com gol de Arthur Friedenreich, que acabou se sagrando artilheira da competição ao lado de Neco, com quatro gols cada.

Jogadores que participaram da conquista: Amílcar, Arlindo,  Arnaldo Bianco,  Carregal,  Dyonísio, Fortes, Friedenreich  Galo,  Haroldo,  Heitor Marcelino, Laís, Marcos de Mendonça, Álvaro Martins, Luiz Menezes, Millon,  Neco,  Palamone,  Picagli, Píndaro,  Primo e Sérgio Técnico : Haroldo Domingues 

Campeonato Sul-Americano de 1922: 

Foto: CBF

A sexta edição do Campeonato Sul-Americano teve um roteiro extremamente semelhante a competição disputada em 1919. Além da sede ser o Brasil, a seleção tupiniquim também conquistou o título com a necessidade de um jogo desempate. Uruguai, Paraguai, Chile e Argentina vieram ao país para a competição. Dessa vez, ao invés de apenas os uruguaios, a seleção paraguaia também teve uma campanha idêntica a da seleção brasileira no turno único. Como a seleção celeste desistiu de disputar o desempate, coube a Brasil e Paraguai decidirem quem seria o campeão do Campeonato Sul-Americano de 1922. Com dois gols de Formiga e um de Neco, a seleção brasileira derrotou os paraguaios por 3 a 0 e conquistou o seu segundo título da competição na história. O argentino Juan Francia foi o artilheiro daquela edição do Campeonato Sul-Americano. Escalação da final: Kuntz, Palamone, Bartó, Amílcar Barbuy, Fortes, Formiga, Neco, Heitor Domingues, Tatu, Rodrigues e Arthur Friedenreich T: Arthur Antunes de Moraes “Laís”.

Campeonato Sul-Americano de 1949: 

Foto: Divulgação

Após sediar o Campeonato Sul-Americano duas vezes em quatro anos, o Brasil só voltou a receber a competição 27 anos depois. Com uma organização mais bem estruturada, o Campeonato se dividiu em cinco sedes: São Januário, General Severiano, Pacaembu, Vila Belmiro e Independência. Oito seleções participaram do torneio: Brasil, Bolívia, Paraguai, Peru, Chile, Equador, Colômbia e Uruguai. Disputado em turno, Brasil e Paraguai terminaram empatados com 12 pontos cada um e fizeram um jogo-extra. A seleção brasileira venceu por 7 a 0 em São Januário com 55 mil expectadores e pôs fim a um jejum de 27 anos sem títulos. Ademir e Tesourinha marcaram três vezes cada, enquanto Jair completou a goleada marcando duas vezes. Este último, foi o artilheiro do torneio com nove gols anotados. Jogadores que participaram da conquista: Ely, Augusto, Mauro Ramos, Danilo Alvim, Barbosa, Noronha, Tesourinha, Zizinho, Ademir Menezes, Jair e Simão

Copa América de 1989: 

Foto: Divulgação / Conmebol

Já carregando o nome de Copa América, o torneio mais importante do futebol sul-americano voltou ao Brasil para a sua quinta edição no país. Dez seleções participaram da disputa e inicialmente se dividiram em dois grupos; Grupo A: Brasil, Paraguai, Colômbia, Peru e Venezuela; Grupo B: Argentina, Uruguai, Chile, Equador e Bolívia. Composta por quatro sedes, a divisão se deu da seguinte forma: Salvador e Recife abrigavam o Grupo A, na Fonte Nova e no Arruda. Goiânia recebeu os jogos do Grupo B no Serra Dourada e a fase final foi disputada no Rio de Janeiro, no Estádio do Maracanã. A seleção brasileira cambaleou na primeira fase e quase foi eliminado de maneira precoce da competição disputada em seu próprio país. A equipe comandada por Sebastião Lazaroni se classificou na segunda colocação atrás da seleção paraguaia. Argentina, Paraguai, Brasil e Uruguai disputaram o quadrangular final. Empatados com a melhor campanha da fase final, O destino quis colocar Brasil e Uruguai frente a frente novamente  no mesmo estádio que consagrou os uruguaios campeões do mundo em 1950, sobre o mesmo Brasil no famoso Maracanazzo. Entretanto, dessa vez o último sorriso foi do povo brasileiro.  Diante de 132.743 torcedores, o Brasil derrotou o Uruguai curiosamente com o mesmo placar da final da Copa do mundo de 1950: 1 a 0. Romário, marcou o único gol da peleja. Bebeto foi o artilheiro do torneio com seis tentos anotados.

Elenco campeão: Taffarel, Zé Carlos , Acácio , Jorginho , Branco , Mazinho , Mozer , Ricardo Rocha, Aldair , Mauro Galvão , André Cruz , Alemão , Dunga , Cristovam, Geovani, Silas, Bismark, Tita , Valdo , Bebeto, Careca, Muller, Romário e Renato Gaúcho. Técnico: Sebastião Lazaroni

Comentários
enquete

Amor eterno existe ou homem se casa por acomodação?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
23 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Mário Belisário
« Programa Anterior
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
13:10 - Show do Pedro Augusto
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Patrulha da Cidade
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »