Botafogo

Treinos online, coordenação médica, orientação psicológica e educacional. Veja como a base do Botafogo trabalha no período de pandemia

Gerente da base, Tiano Gomes afirma: “Pensamos muito na socialização, convivência e vínculo com o nosso clube”

Por Thiago Veras

Sem futebol desde meados de março, quando as competições foram paralisadas por conta da pandemia do novo coronavírus, o Botafogo desenvolveu sua metodologia de trabalho com o time profissional e também nas categorias de base. O objetivo é reduzir ao máximo qualquer impacto negativo junto aos jovens atletas. Para isso, o clube busca dar toda assistência, principalmente fora das quatro linhas, com um processo interdisciplinar usando a parte social, psicológica, educacional e física. A reportagem da Super Rádio Tupi entrevistou Tiano Gomes, gerente geral das categorias de base, que explicou como esse trabalho está sendo desempenhado.

Foto: Botafogo F.R

“Podemos falar que o impacto não foi só no Botafogo, mas no Rio de Janeiro, Brasil e todo o mundo. É uma coisa muito difícil de ser entendida e que precisamos ter algumas precauções com a saúde, independentemente do futebol ou não. Esse impacto no futebol em nível geral foi muito grande. Tenho certeza que agora a preocupação é com a saúde das pessoas. Tá sendo uma novidade. Um tipo de trabalho novo. Primeiramente, nós tivemos um mês de férias, após isso começamos um trabalho online seguindo o padrão da nossa equipe profissional. As equipes de base fazem uma live por semana, com um departamento que seja a fisiologia, nutrição ou serviço social. Realizamos também um trabalho físico, que acaba sendo uma coisa muito mais de interação para a socialização dos meninos. Nosso objetivo é ajudar no entendimento de tudo que está acontecendo atualmente” disse Tiano, que reforçou o trabalho feito na parte psicológica com os jogadores.

“A primeira ação que tivemos foi um questionário muito bem elaborado pelo nosso departamento médico, com a coordenação do doutor Tiago Carminatti, que foi nossa primeira preocupação. Pensar no atleta, na família, independentemente de qualquer coisa relacionada ao futebol. Depois fizemos informativos relacionados à saúde e tudo que vem acontecendo. Eu gosto de enfatizar que a ansiedade é uma coisa que está acontecendo com toda a população, sendo ela jovem ou não. Não faz parte somente do futebol. Casos de depressão aumentaram em toda a sociedade. Com certeza isso acaba refletindo no nosso trabalho e procuramos assessorar os meninos e todas as famílias para que a gente no momento do retorno volte da melhor maneira possível. Percebemos que esse transtorno de ansiedade acaba acontecendo com todos. Com esses meninos acontecem muito, as perguntas são muito relacionadas ao retorno, prazos, isso a gente não tem. O Botafogo está muito firme no posicionamento com a preocupação da saúde. Passamos tranquilidade, passamos que um dia tudo vai voltar ao normal, mas sem prazos e mostrando que o clube está tentando fazer o melhor trabalho possível para que eles consigam ocupar o tempo deles. O objetivo é que os meninos mantenham uma rotina saudável, tanto na esfera esportiva quanto na parte dos estudos. As escolas também possuem um trabalho online, tem internet no meio, a família usa computador, então temos que ter um entendimento e uma percepção muito boa de qualquer problema que esteja ocorrendo com esses meninos” afirmou o dirigente.

Tiano Gomes afirmou que é difícil fazer qualquer previsão nesse momento, mas trata com otimismo o fato do Botafogo conseguir ainda em 2020 realizar grandes competições estaduais e nacionais na base.

“Estimativa é difícil dar, mas com certeza no momento em que o futebol voltar com total segurança, o Botafogo vai participar das competições. É uma coisa que a gente reforça muito com os meninos que não vamos perder o ano. Em todo o mundo todos estão perdendo um pouco. Penso sempre com otimismo. Pode acontecer o Campeonato Brasileiro Sub-20, Sub-17, o Estadual das categorias menores e outras competições. Existe essa expectativa sempre respaldada pelos órgãos de saúde para que a gente possa dar segurança aos envolvidos nesse processo como atletas, famílias e funcionários do clube”.

Recentemente, o Botafogo anunciou as renovações dos zagueiros Marcelo Benevenuto e Kanu, além do volante Caio Alexandre. Todos eles revelados nas categorias de base do clube. O jovem atacante Luis Henrique, que se destacou no fim do Brasileirão do ano passado, começou a temporada como titular e desperta interesse de times europeus. No início de 2020, o Glorioso já utilizou 22 jogadores revelados na base no time profissional entre amistosos e jogos oficiais. Tiano Gomes comentou sobre o fato de a pandemia retardar o processo de revelação dos atletas.

“Nos dois primeiros jogos da temporada pelo Estadual tivemos de quatro a cinco jogadores titulares da base jogando pelo Botafogo. Afetar, afeta! Mas é uma situação mundial e quem se preparar melhor psicologicamente e souber controlar todos esses transtornos na sociedade o retorno será mais fácil. Pensamos muito na socialização, convivência e vínculo com o nosso clube. Claro que vai ter uma perda, mas quando pensamos que é uma perda coletiva para todos é preciso ter tranquilidade e não se fixar nisso. Tenho certeza que os meninos que subiram da base para o profissional vão conseguir dar conta do recado, seguir se desenvolvendo e fixando na equipe principal” revelou.

Tiano Gomes não acredita que exista uma categoria mais prejudicada pela Covid-19.

“Fizemos nas categorias mais novas, do Sub-14 para baixo, ações e reuniões online com os pais. Depois fizemos com os atletas. Nas categorias Sub-15, 17 e 20 foi uma coisa mais direcionada. Os pais têm total acesso a tudo que está acontecendo. Mandamos os questionários, informes de cada departamento, além de uma coisa que estamos fazendo muito que é pedir uma rotina diferente como cursos online por exemplo. Não só os jovens, mas também os mais velhos estão aprendendo muito nesse período” explicou.

O dirigente foi indagado se o clube recebeu de alguns jovens relatos de casos na família, contágio da doença entre amigos ou com os próprios jogadores. Segundo ele, isso está sob os cuidados do departamento médico.

“Isso fica por conta dos nossos médicos. Doenças são de cunho particular e não tem como expor essas coisas. Quem não teve alguém por perto que ficou resfriado e não sabe se é Covid-19 ou não? Casos existem naturalmente. É um momento do ano em que as pessoas ficam resfriadas com qualquer mudança de temperatura. Com essa doença que nem os médicos cientistas tem o total conhecimento, fica difícil a gente pontuar se é coronavírus ou não. A gente informa e atende todas às famílias, encaminha quem tem que ser encaminhado para averiguar” respondeu.

Matheus Nascimento

Foto: Vitor Silva/Botafogo

Principal revelação das categorias de base do Botafogo, o atacante Matheus Nascimento completou 16 anos e já pode assinar o primeiro contrato profissional. O período de pandemia atrasou um pouco o processo entre o jovem atleta e o clube. De acordo com Tiano Gomes, as conversas continuam acontecendo de maneira virtual com os pais do jogador. A intenção do Botafogo é anunciar em breve a formalização do vínculo.

“O Matheus fez aniversário dia 3 de março. Nós já tínhamos conversado antes com os pais dele. No dia 16 de março parou por conta na pandemia. A gente continua conversando de forma online com a família. Estamos indo bem no entendimento para o quanto antes anunciar esse contrato” completou.

Embora não tenha contrato profissional, Matheus Nascimento tem contrato de formação com o Botafogo. Ele é convocado constantemente para defender a Seleção Brasileira nas categorias de base.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
10 de Julho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Antônio Carlos
« Programa Anterior
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »