Justiça

Defesa de Monique Medeiros pede relatório completo de receitas médicas prescritas por Jairinho

Advogados da mãe de Henry também protocolaram na 16º DP da Barra a carta de 29 páginas escrita pela cliente

Por Redação Tupi

(Foto: Montagem/Reprodução)

A defesa de Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, solicitou que a Polícia Civil acione a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o órgão fiscalizador estadual competente para que seja fornecido um relatório de todas as eventuais receitas médicas subscritas por Jairinho. A intenção do pedido é comprovar que o vereador exercia a medicina e poderia ter prestado os primeiros socorros ao garoto no dia da morte.

Além deste tópico, uma nota enviada para imprensa pelos advogados de Monique afirma ainda que a carta escrita pela mãe de Henry foi protocolada, nessa segunda-feira (26), junto à 16º Delegacia de Polícia (DP) da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. O comunicado reforça também o apelo para que o delegado Henrique Damasceno, responsável pelo caso, aceite o pedido de um novo depoimento.

“Um inquérito policial não pode ser encerrado com contradições internas. Se existiram várias novas audições de pessoas que já tinham prestado declarações e alteraram seus depoimentos, maior razão ainda deveria ter a autoridade policial para ouvir novamente Monique”, alega o texto da nota.

Vale destacar que a expectativa é de que o inquérito policial que apura a morte do garoto seja concluído até esta terça-feira (27). Anteriormente, a data estipulada para o encerramento era a da última sexta-feira (23), mas este término foi adiado.

Confira a nota completa da defesa de Monique Medeiros:

“A defesa de Monique, na data de hoje, protocolizou na delegacia de polícia o relato-carta subscrito por Monique e reforçou a necessidade de seu novo interrogatório.

Um inquérito policial não pode ser encerrado com contradições internas. Se existiram várias novas audições de pessoas que já tinham prestado declarações e alteraram seus depoimentos, maior razão ainda deveria ter a autoridade policial para ouvir novamente Monique.

Ainda, a defesa requereu que a Anvisa e o órgão fiscalizador estadual competente sejam instados a fornecer relatório de todas as eventuais receitas médicas subscritas pelo indiciado Jairinho.

Em anexo, segue a íntegra da carta.

É a nota.

Rio de Janeiro, 26 de abril de 2021.

Thiago Minagé
Hugo Novais
Thaise Mattar Assad
Advogados”

Comentários

enquete

Fluminense tem chances de avançar na Libertadores?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
06 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Cidinha Livre
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »