Brasil

Justiça federaliza tragédia de Brumadinho

Com isso Fábio Schvartsman, ex-presidente da Vale, e outros 15 funcionários deixam de ser réus

Por Amanda Ribeiro

Foto: Agência Brasil

Tramitando há quase mil dias, o processo criminal que julga a tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais, foi anulado. A decisão é do Superior Tribunal de Justiça, de forma unânime.

Segundo o STJ, a Justiça do Estado de Minas não tem competência para analisar o caso. Com isso Fábio Schvartsman, ex-presidente da Vale, e outros 15 funcionários deixam de ser réus por homicídio qualificado, por crimes contra fauna e flora, além de crime de poluição.

De acordo com a decisão, a União tem interesse em julgar a ação penal por conta das atribuições da Agência Nacional de Mineração e dos danos aos sítios arqueológicos pelo rompimento da barragem. Ou seja, o caso passará para a 9ª Vara Federal de Belo Horizonte.

A tragédia de Brumadinho, provocada pelo rompimento da barragem de Córrego do Feijão, da mineradora Vale, matou 270 pessoas.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
06 de Dezembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Francisco Barbosa
« Programa Anterior
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »