Justiça

Mãe de Henry Borel, Monique Medeiros, deixa a prisão no Rio

Justiça determinou que ela cumpra prisão domiciliar, com tornozeleira eletrônica

Por Redação Tupi

Monique Medeiros, mãe de Henry Borel (Foto: Reprodução)

Monique Medeiros, mãe de Henry Borel, deixou a a cadeia no Complexo de Gericinó, na Zona Oeste na noite desta terça-feira (5).  A 2ª Vara Criminal do Rio decidiu permitir que a mãe do menino aguarde julgamento em casa.

Monique tem agora prazo legal de cinco dias para comparecer à Coordenação de Monitoramento Eletrônico do Rio para instalação da sua tornozeleira.

A decisão judicial substitui a prisão preventiva por monitoramento através de tornozeleira eletrônica, mas mantém Jairinho, o padrasto de Henry, preso.

O despacho, ressalta que Monique, enquanto perdurar a monitoração, não pode manter qualquer comunicação com terceiros, com exceção apenas de familiares e integrantes de sua defesa. Seja contato pessoal, por telefone ou por qualquer recurso telemática. A ré também não poderá utilizar redes sociais, sob pena de restabelecimento da ordem prisional.

Henry Borel de 4 anos morreu no dia 8 de março de 2021 e, de acordo com a denúncia do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), foi vítima de torturas realizadas por Dr. Jairinho. Monique também responde por homicídio triplamente qualificado, tortura e coação de testemunhas. Monique e Jairinho foram presos em abril do ano passado.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Maio de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »