Conecte-se conosco

Capital Fluminense

TJ-RJ: Conselho Nacional de Justiça decide suspender posse de advogado branco aprovado em vaga para cotista negro

Em nota, o conselheiro Luiz Philipe de Mello Filho, relator do processo, disse que "suspendeu liminarmente a posse do candidato para que seja realizada nova verificação de autodeclaração"

Publicado

em

tjrj
(Divulgação: TJRJ)

O ministro Luiz Philipe de Mello Filho, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), suspendeu liminarmente a posse do advogado Tarcísio Francisco Regiani Júnior, como juiz substituto no Tribunal de Justiça do Rio ( TJRJ). A posse estava prevista para essa quinta-feira (19).

O ministro atendeu a um pedido da Associação Nacional de Advocacia Negra, sob a alegação de que Tarcísio é branco e foi aprovado num concurso para uma vaga destinada a cotistas negros ou pardos.

Dezenas de profissionais foram aprovados para o cargo de juiz substituto, no dia 5 deste mês.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.