Mundo

Congresso argentino aprova imposto sobre grandes fortunas durante a pandemia

A expectativa é que o governo arrecade ao menos 300 bilhões de pesos argentinos

Por Redação Tupi

Reprodução: Agência Brasil

Na tarde desta sexta-feira (4), o Senado argentino aprovou uma lei temporária que cria imposto sobre grandes fortunas. Com 42 votos a favor e 26 contra, o projeto foi aprovado.

A lei determina a tributação de cidadãos argentinos com bens superiores a 200 milhões de pesos (R$ 12,7 milhões) com uma taxa progressiva de até 3, 5% sobre os bens na Argentina e até 5,25% sobre os bens fora do país. O imposto será cobrado de forma única, sem recorrência.

A expectativa do governo do presidente Alberto Fernández é arrecadar ao menos 300 bilhões de pesos argentinos (cerca de R$ 18,9 bilhões, na cotação atual). O objetivo é aplicar a verba em planos de combate à pandemia da covid-19.  O governo irá investir na compra de equipamentos e insumos, financiar a assistência de pequenas e médias empresas, apoiar bairros pobres e ajudar a desenvolver o setor doméstico de gás natural

A Argentina registra, atualmente, 1.454.631 casos de coronavírus e 39.512 mortes em decorrência da doença. Em números de casos, a Argentina está em 9º lugar, atrás de países como Estados Unidos (14.343.430), Índia (9.571.559) e Brasil (6.487.084), segundo levantamento feito pela Universidade de Johns Hopkins.

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »